Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Boavista chega à final com uma mistura de experiência e juventude

Equipe comandada por Alfredo Sampaio enfrenta o Flamengo na final da Taça Guanabara, neste domingo

Renan Rodrigues, iG Rio de Janeiro |

A estrutura que separa Boavista e Flamengo, clubes que disputam a final da Taça Guanabara neste domingo, às 16h, no estádio Engenhão, é gigantesca. Enquanto a equipe de Saquarema possui uma folha salarial de pouco mais de R$ 200 mil, o time da Gávea possui craques milionários como Ronaldinho Gaúcho e Thiago Neves, que ganham mais que o dobro deste valor por mês.

Por isso, a equipe do Boavista aposta em uma combinação interessante. A experiência de jogadores como o atacante Frontini, o lateral-direito Joílson e o goleiro reserva Silvio Luiz, com a juventude de jogadores como Edu Pina e Júlio César. O atacante nem possui uma idade tão avançada. Com 29 anos, Frontini é mais novo que Ronaldinho Gaúcho, mas já rodou por dezenas de clubes como Vitória, Ponte Preta, Santos e Figueirense e é a grande esperança de gols do Boavista, tendo marcado seis até agora.

Outra 'arma' do Boavista é o treinador Alfredo Sampaio. Tendo comandado o Vasco em 2008, o treinador conseguiu os melhores resultados da carreira dirigindo os clubes pequenos do Rio de Janeiro. Em 2006, o técnico venceu a Taça Rio com o Madureira, perdendo a final do Campeonato Carioca para o Botafogo na semana seguinte. O treinador descartou falar em valores antes da partida do Flamengo e espera motivação total dos seus jogadores.

"Eu pedi à diretoria que premiação não fosse tratada agora. Se quiserem tratar disso, que tenham isso em mente, mas coloquem para os jogadores apenas depois. Não é hora de falar em dinheiro. Dinheiro é bom, mas em algumas horas atrapalha", declarou.

O Boavista chega para a partida com uma campanha de quatro vitórias, um empate e duas derrotas na primeira fase, quando se classificou em segundo lugar no grupo A. Na semifinal, a equipe de Saquarema derrotou o Fluminense nos pênaltis, após um empate de 2 a 2 no tempo normal. Após o final do Campeonato Carioca, boa parte do elenco do Boavista deve ser repassado ao Duque de Caxias para a disputa da Série B do Brasileiro. A diretoria não planeja disputar a Série D pelo custo alto.

Leia tudo sobre: flamengocampeonato carioca 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG