Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Boa fase da defesa corintiana confirma tendência dos últimos anos

Dono da melhor defesa do Estadual entre 2008 e 2010, o Corinthians tenta manter média neste ano

Bruno Winckler, iG São Paulo |

O Corinthians tem a segunda melhor defesa do Campeonato Paulista com cinco gols sofridos. E o goleiro Júlio César, principal responsável por evitá-los, não se surpreende com o momento vivido pela defesa do vice-lider do campeonato.

“Desde o Mano Menezes a gente se acostumou a ver uma boa defesa. O mérito é de todos nós. Ficamos quatro jogos sem tomar gol (Palmeiras, Ituano, Paulista e Mogi Mirim) e isso tem de ser valorizado. Quando não se toma gol a gente fica um passo de vencer o jogo. É só marcar um gol. É sempre importante a zaga estar bem”, disse o goleiro. Só o Palmeiras, com três gols sofridos, foi menos vazado neste Paulista.

Em 2008, no primeiro ano de Mano Menezes no clube, o Corinthians não se classificou para as semifinais do Paulistão, mas teve a melhor defesa com 15 gols sofridos. No ano seguinte, quando foi campeão invicto, o Corinthians sofreu 18 gols e também teve a defesa menos vazada. O mesmo aconteceu em 2010, mesmo sem conseguir a classificação para o mata-mata. Foram 18 gols sofridos no ano passado.

O goleiro aponta também outra razão para explicar o bom momento vivido pela zaga corintiana. “Além da zaga marcar, a orientação que o Tite nos dá é para que todos os jogadores de linha tenham essa preocupação. Talvez esse seja o motivo do momento da nossa defesa”, disse o goleiro.

Wallace, zagueiro titular na ausência de Chicão, lesionado, diz que o time começa a marcar o adversário no ataque e que isso facilita o trabalho dos defensores. Ele usa o exemplo do jogo contra o Santos para mostrar o que Tite tem lhes pedido. "O Dentinho e o Jorge Henrique voltaram para marcar. OLiedson compôs o meio campo e na frente da zaga o Ralf e o Paulinho seguraram muito bem o avanço do Santos. Tomamos um gol, mas a nossa postura foi muito boa", disse o zagueiro, titular pela primeira vez no clássico.

Leia tudo sobre: corinthianscampeonato paulista 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG