Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Boa Esporte supera Salgueiro e já encosta nos clubes do G4

Time mineiro jogou no estádio dos Aflitos, não se intimidou e conseguiu vencer graças ao gol de Ramon

Gazeta Espotiva |

Confirmando a excelente fase que vive na série B do Campeonato Brasileiro, o Boa Esporte não tomou conhecimento do Salgueiro, nesta terça-feira, no estádio dos Aflitos, e superou os donos da casa por 1 a 0. Com o resutlado, o clube chega a 45 pontos e vê cada vez mais perto a possibilidade de atingir o G4.

O gol da vitória mineira foi anotado pelo meia-atacante Ramon, que aproveitou jogada de Jheimy. Com o revés, o Salgueiro completou 17 rodadas na incômoda zona de rebaixamento, e precisa reagir com urgência se não quiser disputar a série C em 2012. Das dez partidas que ainda restam, o Salgueiro teria que vencer pelo menos sete para evitar a queda.

Na sequência do Campeonato Brasileiro, o Boa Esporte terá um compromisso contra o Americana, no estádio Dilzon Melo, em Varginha. Já o Salgueiro, segue na luta contra o rebaixamento, e vai receber a líder Portuguesa, na Ilha do retiro, em jogo marcado para a próxima sexta-feira.

O jogo
Mesmo atuando fora de casa, o Boa Esporte começou a partida tomando as rédeas e criando as principais jogadas ofensivas. Aos sete minutos, o avante Jheimy teve chance de marcar em finalização cruzada, mas a zaga do Salgueiro conseguiu aliviar o perigo. Aos poucos, os donos da casa, começaram a sair para o jogo, mas encontraram dificuldades com a defesa boveta, a menos vazada do Brasileiro.

Quando o Salgueiro conseguiu chegar, o goleiro da equipe mineira operou milagre para salvar o Boa. Aos 11, Renê encontrou espaço nas costas da marcação, mas Luiz Henrique fez a defesa à queima roupa. Mesmo com o esforço do time do Salgueiro, que luta desesperadamente contra o rebaixamento, quem conseguiu marcar foi os visitantes.

Aos 17, Ramon recebeu assistência perfeita do avante Jheimy e não perdoou o time pernambucano, abrindo os trabalhos nos Aflitos. Com vantagem no placar, o Boa não quis saber de segurar o marcador, e aos 25, Marinho Donizete chegou à linha de fundo, e cruzou na medida para Jheimy, que atrapalhado pelo zagueiro desperdiçou oportunidade de marcar o segundo gol.

Após o lance, o Salgueiro tentou esboçar uma reação, e adiantou as linhas de marcação, evitando assim, as investidas ofensivas do Boa, que diminuíram de intensidade, mas continuaram existindo com relativo perigo até o fim do primeiro tempo.

Na volta para a etapa complementar, o Salgueiro apresentou uma postura mais agressiva, mas deu espaços para os mineiros. Aos três minutos, em contra-ataque em alta velocidade, Jheimy quase ampliou para a equipe mineira, mas a defesa do Salgueiro salvou quase em cima da linha.

Após os 15 minutos protocolares de pressão dos donos da casa, o time do técnico Nedo Xavier passou a cadenciar a partida, tentando frear o ímpeto do Salgueiro, e aguardando o erro dos adversários para matar o jogo. Aos 19, isso quase aconteceu com Waldison, que recebeu uma bola esticada na cara do gol, mas o goleiro Luciano conseguiu fazer a defesa.

Com o Salgueiro tentando de todas as formas igualar o marcador, e o Boa se defendendo com eficiência e tentando surpreender nos contra-ataques, a partida se desenvolveu até o apito final do árbitro cearense Francisco Assis Almeida Filho.

Leia tudo sobre: boasalgueiro-pesérie b 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG