Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Blatter se diz confiante em vencer eleição da Fifa

Presidente da entidade desde 1998, suíço diz: "nós precisamos de consolidação, e não de revolução"

AE |

selo

AFP
Blatter quer se manter no comando da entidade que controla o futebol mundial
O presidente Joseph Blatter revelou neste domingo que está confiante em ser reeleito mais uma vez para o cargo máximo da Fifa, em votação a ser realizada no dia 1.º de junho. "Vou vencer", disse o suíço, de forma contundente, em um evento na cidade de Ramallah, na Palestina.

Em resposta endereçada ao concorrente Mohammed bin Hammam, que prometeu mudanças no comando da Fifa, Blatter disse que a entidade não precisa de "revolução". "Nós precisamos de consolidação, e não revolução", declarou o suíço, que está à frente da Fifa desde 1998.

Em Ramallah, Blatter participou da inauguração de um torneio internacional de clubes, em uma data simbólica para os palestinos. Neste domingo, manifestações marcaram o que o povo local chama de "nakba", ou "catástrofe". Na disputa sobre a criação de Israel, que completou 63 anos, milhares de palestinos fugiram de suas casas ou foram retirados, episódio que gera comoção até hoje no Oriente Médio.

"Estou orgulhoso de estar aqui, neste momento histórico", disse Blatter, acompanhado do príncipe da Jordânia, Ali Al Hussein, eventual futuro vice-presidente da Fifa, e de Jibril Rajoub, presidente da Associação Palestina de Futebol. "Futebol é esperança", completou o dirigente da Fifa, que aproveitou a viagem para se aproximar dos membros votantes da região.

Questionado sobre as denúncias de suborno na escolha das sedes dos próximos Mundiais, Blatter disse que "o assunto ainda está em investigação". "Uma vez que apareçam evidências (do crime), nós podemos voltar atrás", afirmou, se referindo a uma possível mudanças das sedes das Copas de 2018 e 2022.

Leia tudo sobre: NACIONALESPORTES

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG