Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Blatter critica calendário e duração de campeonatos locais

Para presidente da Fifa, excesso de jogos e lesões de atletas é não é culpa das seleções, mas das longas competições entre clubes

Reuters |

undefined
Para Blatter, ligas nacionais possuem muitos times e jogos, o que atrapalha o calendário
O presidente da Fifa, Joseph Blatter, criticou nesta quarta-feira o excesso de jogos dos campeonatos locais. A postura poderá colocá-lo novamente em desacordo com os clubes europeus, que já reclamaram no ano passado da agenda de jogos internacionais.

"Do meu ponto de vista, isso é algo com o qual Michel Platini (presidente da Uefa) concorda, os campeonatos locais são muito longos porque há times demais e jogos demais", disse Blatter em entrevista publicada no site oficial da Fifa. "Equipes que participam de ligas com 20 clubes disputam 38 jogos, além de terem competições de copas locais e copas de ligas, etc".

Na visão do mandatário da entidade que rege o futebol mundial, o excesso de datas gera um inevitável conflito de interesse entre clubes e seleções. "Alguns clubes reclamam que os jogadores voltam cansados e lesionados. Isso não é culpa do calendário internacional", alegou Blatter.

Copa 2014
Favorável à profissionalização dos árbitros, Joseph Blatter disse estar decidido em garantir somente a presença de juízes registrados na Copa do Mundo de 2014, a ser realizada no Brasil. "Essa é uma meta que temos que atingir", disse o presidente da Fifa. "Técnicos são profissionais agora, e os jogadores também, e não há motivo por que os árbitros também não deveriam ser. Algumas pessoas dizem que não têm dinheiro suficiente para pagá-los, mas sempre parece existir o suficiente nas ligas profissionais".

 

Leia tudo sobre: ESPORTESFUTBLATTERCRITICA

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG