Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Bilardo minimiza importância de Tévez e diz que Messi é o único indispensável

Para o diretor-geral de seleções da Argentina, Messi está "um degrau acima de todos os jogadores do mundo"

EFE |

Técnico da seleção campeã mundial em 1986, o atual diretor-geral de seleções da Argentina, Carlos Bilardo, comentou nesta quarta-feira a ausência do atacante Carlos Tévez dos próximos amistosos da equipe e afirmou que apenas Lionel Messi tem presença garantida nas listas do treinador Sergio Batista.

"O único jogador indispensável é Messi, porque está um degrau acima de todos os jogadores do mundo", comentou Bilardo à agência notícias estatal "Telam" em Nova Jersey, onde Batista prepara o grupo para as partidas contra os Estados Unidos, neste sábado, e a Costa Rica, na terça-feira que vem.

O ex-técnico acrescentou que Messi já tem méritos suficientes para ser colocado entre os maiores atletas da história, e comparou a situação vivida pelo atual melhor jogador do mundo pela Fifa com a do astro Diego Maradona quando atleta. "Messi provoca mobilizações em todos os lados. No Japão, no Catar ou onde quer que vá, como fazia Maradona em sua época", comentou.

O secretário-geral disse ainda que o atacante do Barcelona deverá ser capitão da Argentina no futuro "porque tem uma grande personalidade, e todos os seus companheiros o querem como líder".

"Seria lindo que ele fosse capitão, porque os capitães levantam a taça após a obtenção de um título e porque tem ascendência sobre todos. Até os rivais querem assim", completou o ex-treinador.

Quanto a Tévez, Bilardo disse que Batista não o convocou porque está testando jogadores e negou que seu ciclo na seleção tenha terminado.

Leia tudo sobre: futebol mundialargentinamessi

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG