Meia do time carioca entrou na justiça contra a equipe, alegando atrasos em seus pagamentos

Os representantes do meia Bernardo se reuniram com os dirigentes do Vasco nesta segunda-feira e chegaram a um acordo para retirar a ação judicial que o meia moveu contra o clube no mês passado. O atleta dizia que seus vencimentos com o time estavam atrasados e que a atitude dos cruz-maltinos em não arcar com suas pendências em dia era motivo para que seu contrato fosse rescindido com a equipe.

Leia mais: Bernardo chega a acordo com o Vasco e deve ser reintegrado ao elenco

Bernardo gesticula para a torcida que o vaiava em São Januário
AE
Bernardo gesticula para a torcida que o vaiava em São Januário
Hostilizados pelos torcedores, Bernardo acabou sendo preservado pela comissão técnica e não atuou mais pelo Vasco desde então. A medida foi adotada para proteger o jogador de qualquer insulto e dar tempo para que sua decisão fosse repensada junto aos seus advogados.

Deixe o seu recado e comente esta notícia com outros torcedores

Com a comprovação de que o Vasco estava arcando com suas dívidas em dia, Bernardo optou por cancelar o processo. A decisão do atleta será formalizada no próximo dia 12, após uma reunião na Justiça do Trabalho, que selará o acordo fechado nesta segunda-feira.

Confira ainda: Tenório é operado com sucesso e deve ter alta nesta segunda

Entretanto, o futuro do jogador em São Januário ainda não foi definido pela diretoria e sua presença nos próximos jogos da equipe está longe de ser confirmada.

E mais: Vasco vence Olaria, mas perde Tenório contundido

O Vasco desembolsou uma grande quantia na última janela de transferências para comprar o seu passe do Cruzeiro. Mesmo com o investimento feito, os cariocas não aprovaram o comportamento precipitado do atleta e ainda estudam a sua reintegração ao time principal.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.