Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Benfica joga por um empate para chegar à final da Liga Europa

Caso passe pelo Braga, tradicional time de Lisboa vai voltar a uma decisão internacional depois de 21 anos

EFE |

Sem conquistar um torneio organizado pela Uefa (União das Federações Europeias de Futebol) desde 1962, quando alcançou o bi da Copa dos Campeões da Europa, precursora da Liga dos Campeões, o Benfica jogará contra o Braga nesta quinta-feira precisando de um empate para alcançar a final da Liga Europa.

A equipe de Lisboa, que disputou uma decisão de torneio continental pela última vez em 1990, quando caiu para o Milan na final da Copa dos Campeões, conseguiu uma vitória por 2 a 1 em casa na semana passada e poderá até perder por um gol de diferença no estádio Municipal de Braga, desde que balance a rede adversária pelo menos duas vezes.

Em campo, estarão frente a frente dois estilos antagônicos, o ofensivo do Benfica contra o conservador, mas veloz, do Braga. Quem avançar fará a final do próximo dia 19, em Dublin, contra o vencedor da eliminatória entre Porto e Villarreal. Na primeira partida, no estádio do Dragão, os donos da casa levaram a melhor: 5 a 1.

A pressão pelo resultado estará do lado dos lisboetas, que têm a última oportunidade de levantar um troféu importante na temporada, após ter sido eliminado pelo Porto na Taça de Portugal e ainda ter visto o rival ser campeão português antecipado.

O prêmio de consolação para os comandados do técnico Jorge Jesus foi o tricampeonato da Taça da Liga de Portugal, mas, como o torneio está apenas em sua quarta edição, a torcida quer mais.

O treinador poupou boa parte dos titulares no empate em 1 a 1 com o Olhanense no último fim de semana, o que, no entanto, não evitou que o time tivesse problemas. O goleiro espanhol Roberto falhou no gol sofrido pelo Benfica e voltou a ser criticado pela imprensa local.

Os principais desfalques de Jesus serão o zagueiro brasileiro Jardel e o meia argentino Pablo Aimar, suspensos, além do também meia argentino Eduardo Salvio, machucado. O também brasileiro Sidnei e os portugueses Carlos Martins e César Peixoto aparecem como principais substitutos.

No Braga, que tem no histórico apenas um título, da Taça de Portugal de 1966, e que nunca havia chegado às semifinais de um torneio da Uefa, a partida desta quinta-feira é considera a mais importante da história do clube.

O meio brasileiro Vandinho será a ausência principal no time do técnico Domingos Paciência, do qual é capitão. Mesmo assim, os donos da casa, que precisarão de uma vitória por 1 a 0 ou por uma vantagem ainda maior, deverão ter seis jogadores nascidos no Brasil entre os titulares.

Prováveis escalações:

BRAGA: Artur; Sílvio, Paulão, Alberto Rodríguez e Elderson; Custódio, Leandro Salino e Hugo Viana; Alan, Mayong e Lima Técnico: Domingos Paciência.

BENFICA: Roberto; Maxi Pereira, Luisão, Sidnei e Fábio Coentrão; Carlos Martins, Javi García, Gaitán e César Peixoto; Saviola e Cardozo Técnico: Jorge Jesus.

Árbitro: Martin Atkinson (ING), auxiliado por seus compatriotas Michael Mullarkey e Peter Kirkup.

Leia tudo sobre: Futebol MundialPortugalBenficaLiga Europa 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG