Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Beira-Rio e Copa de 2014 causam debate público no Internacional

Presidente atual e ex-presidente do clube têm ideias conflitantes quanto as obras do estádio gaúcho

Gabriel Cardoso, iG Porto Alegre |

Decidir como fazer as obras do estádio Beira-Rio está dando o que falar no Inter. O assunto está expondo um conflito de ideias entre atual e antiga gestão. Enquanto o presidente Giovanni Luigi prefere contratar uma empreiteira para assumir as reformas, o ex-presidente Vitorio Piffero defende a hipótese de o clube seguir como está, utilizando recursos próprios.

Piffero expôs seu ponto de vista na reunião do conselho deliberativo. Na saída, alfinetou a atual gestão.

"A sensação que me passa é que estão querendo empurrar o problema. Se fosse para administrar uma rodoviária, tenho certeza que o Giovanni não passaria o problema adiante", disse, fazendo referência pelo fato de o atual presidente ser o gestor da rodoviária de Porto Alegre.

A resposta veio em seguida pelo Twitter. Quem rebateu foi o vice de futebol Roberto Siegmann.

"Desrespeito o que o Vitorio fez com o Giovanni dizendo que o assunto nao envolve rodoviaria!", escreveu Siegmann.

Outro que manifestou descontentamento foi o vice presidente Dannie Dubin. "Causou-me muito desconforto ouvir algumas declarações que estão confundindo a maneira democrática, aberta e lisa com que o Giovanni vem cuidando das coisas do clube. Deve ficar bem claro que temos um presidente muito democrático, que ouve todo mundo, e que sabe ser duro e decidir as coisas quando necessário. O Giovanni foi menosprezado em algumas declarações e não gostaríamos de ver isto se repetir novamente", argumentou.

O Inter está sendo pressionado pela Fifa para dar garantrias bancárias para que assim possa seguir fazendo as obras do estádio Beira-Rio e tendo a sua casa como sede da Copa de 2014. O assunto está sendo debatido pelos conselheiros do clube e são eles que tomarão a decisão. Um novo encontro está marcado para o dia 14 de março, e nesse dia, ou no máximo no dia 15, o clube definirá o futuro das obras.

 

 

 

 

 

 


 

Leia tudo sobre: InternacionalCopa 2014

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG