Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Bayern de Munique recorre à justiça para levar Breno ao Catar

Treinador quer que o brasileiro participe da pré-temporada, mas ele está proibido de deixar a Alemanha

AFP |

Getty Images
Breno foi vendido para o Bayern de Munique por 18 milhões de dólares
O técnico do Bayern de Munique, Jupp Heynckes, recorreu nesta segunda-feira à justiça para obter a autorização e levar à concentração no Catar, de 2 a 9 de janeiro, o brasileiro Breno, que está proibido de abandonar o país durante a investigação.

Veja também: Zagueiro Breno volta a jogar após sete meses afastado

"Sei que existem leis claras, mas é preciso pensar nas pessoas. Isto o ajudará a estar conosco. Vejo que é diferente todos os dias no treinamento. É para mim como uma terapia", destacou Heynckes. Breno, 22 anos, é suspeito de ter provocado voluntariamente o incêndio que destruiu sua casa em setembro.

O zagueiro foi detido de maneira provisória no dia 24 de setembro. Ele foi liberado sob fiança e controle judicial em 6 de outubro.

O pedido foi rejeitado pela promotoria e depende agora do juiz responsável pelo caso.Heynckes rejeitou a ideia de fuga. "Não vamos deixá-lo no Catar ou Nova Délhi", afirmou, a respeito da cidade indiana na qual o Bayern disputará um amistoso antes de retornar a Munique.

Leia tudo sobre: BrenoBayern de Munique

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG