Tamanho do texto

Com dois empates em dois jogos, seleção argentina entra em campo na próxima segunda, contra Costa Rica

O técnico da seleção argentina, Sergio Batista, confirmou, neste sábado, que o atacante Gonzalo Higuaín , do Real Madrid , será titular no confronto com a Costa Rica. A partida fecha a participação de ambas as equipes no grupo A da Copa América. Além de revelar o time que entra em campo na segunda-feira, o treinador pediu o apoio da torcida para o atacante Lionel Messi , que foi muito contestado depois dos dois empates da Argentina no torneio continental.

"Temos uma forma de trabalhar: o 4-3-3. Mas é possível usar o desenho tático dos Jogos Olímpicos de Pequim: com um atacante recuado e dois atacantes na frente. Essa é a ideia", adiantou.

"Já temos a equipe, não tenho mistérios. Vamos jogar com uma referência de área, que é Higuaín, com Lionel Messi atrás e com dois volantes. Não mudamos nem o estilo, nem as formas", afirmou o técnico.

Batista também pediu que a torcida empurrasse Messi, após as vaias que o craque do Barcelona e o restante da seleção argentina receberam pelo empate em 0 a 0 com a Colômbia. "É muito difícil o que Messi está vivendo. É reconhecido no mundo todo e em seu país não. Vai à China e não pode sair e aqui sofre um monte de coisas. Ele dá tudo pela seleção, se mata e não é reconhecido", declarou.