Rafael Tolói falhou duas vezes e facilitou a missão do time paulista, que manteve a sua boa fase

Invicto desde a 14ª rodada, o Grêmio Barueri contou com duas falhas do zagueiro Rafael Tolói para vencer por 2 a 0, garantir três pontos sobre o Goiás e manter vivo o sonho de atingir o G4 do Brasileirão da Série B.

Depois de ver o valioso zagueiro do Esmeraldino marcar um gol contra e se aproveitar de um erro desse mesmo jogador para aumentar o placar, o Grêmio Barueri ampliou a sequência do técnico Estevam Soares, ainda sem perder no comando da equipe.

Estevam Soares, jogadores e comissão técnica do Barueri homenageram o Ricardo Gomes, do Vasco
Futura Press
Estevam Soares, jogadores e comissão técnica do Barueri homenageram o Ricardo Gomes, do Vasco

O Jogo
O primeiro lance de perigo acontecer com apenas um minuto de bola rolando deu a impressão de que a busca dos times pelo G4 seria alucinante até o fim. No entanto, esse lance foi o único de intensidade durante boa parte do primeiro tempo.

Depois de um cruzamento certeiro de Marcos Pimentel, a bola foi de uma ala a outra até chegar para Zé Carlos, que chutou do meio da área. A bola saiu à esquerda de Harlei, que ficou assustado com a iniciativa do Grêmio Barueri.

Apenas aos 18 ocorreria outro lance de perigo. Wellington aproveitou ajeitada de Carlos Alberto para finalizar no canto direito e obrigar Juninho a fazer uma grande defesa.

No contra-ataque seguinte, descompromissadamente, o Grêmio Barueri deu sorte e viu o zagueiro Rafael Tolói jogar contra o patrimônio e abrir o placar para o time de Barueri.

Marcos Pimentel recebeu uma bola pela direita e avançou com velocidade para cruzar rasteiro. Tolói, na intenção de fazer a antecipação, se atrapalhou e chegou afobado à bola, empurrando para o próprio gol e abrindo o placar para o Grêmio Barueri.

Dois minutos depois seria a vez do time paulista tentar devolver na mesma moeda. Isso porque o zagueiro Daniel Marques resolveu cortar de cabeça um cruzamento de Andrezinho e quase anotou um gol contra. A bola saiu à direita, mas conseguiu assustar o goleiro Juninho.

O restante da primeira etapa teve alta posse de bola do Goiás, que não conseguia converter a facilidade em gols. Nesse momento, duas chances incríveis foram desperdiçadas: com Iarley e Carlos Alberto.

O Grêmio Barueri entrou em campo no segundo tempo para liquidar a fatura e não criar problemas para si mesmo na sequência da partida. Depois de garantir o domínio de bola no meio-campo, Pimentel cruzou e Rafael Tolói cabeceou para trás. Alex Maranhão pegou a sobra na entrada da área e chutou cruzado, deixando Harlei sem reação e ampliando a vantagem do time de Barueri, logo aos quatro minutos.

Menos de dez minutos depois, uma confusão deixou os paulistas mais enfraquecidos. Diego Giaretta reclamou da não marcação de uma falta sobre ele e depois parou a jogada calçando o adversário. Na reclamação, agrediu Alan Bahia e acabou expulso de campo.

A baixa fez o time diminuir o ímpeto e se recuar, apenas esperando o Goiás em seu campo de defesa. Com espaço, o Esmeraldino começou a se entusiasmar e tentar traduzir as chances criadas em gol.

No entanto, o time goiano não contava com a presença do goleiro Juninho, que foi decisivo para a manutenção do resultado positivo. Os visitantes pressionaram alucinadamente, mas Juninho esteve lá aos 36, em cobrança de falta de Alan Bahia e aos 38, em chute colocado de Carlos Alberto.

FICHA TÉCNICA
GRÊMIO-SP 2 X 0 GOIÁS

Local : Arena Barueri, em Barueri (SP)
Data : 30 de agosto de 2011, terça-feira
Horário : 20h30 (de Brasília)
Árbitro : Marcos Mateus Pereira (MS)
Assistentes : Adnilson Costa Pinheiro e Leandro dos Santos Ruberdo (ambos do MS)
Cartões amarelos : Alex Maranhão, Marcelinho, Danilo Sacramento e Marcos Pimentel (Grêmio-SP)
Cartão vermelho : Diego Giaretta (Grêmio-SP)

GOLS : Grêmio-SP - Rafael Tolói (contra), aos 19 do primeiro tempo, Alex Maranhão, aos 4 do segundo tempo

GRÊMIO-SP : Juninho; Daniel Marques, Diego Giaretta e Edson Borges; Marcos Pimentel, Alê, Alex Maranhão, Danilo Sacramento (Rodrigo Arroz) e Zé Carlos; Val Baiano (Gil) e Marcelinho (Saldanha)
Técnico : Estevam Soares

GOIÁS : Harlei; Douglas, Rafael Tolói, Ernando e Andrezinho (Marcelo Costa); Marcinho Guerreiro, Carlos Alberto, Alan Bahia e Felipe Amorim (Diniz); Wellington (Johnathan) e Iarley
Técnico : Márcio Goiano

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.