Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Barcos diz que apoio da torcida do Palmeiras está sendo "lindo"

Apesar do pouco tempo no clube, atacante diz que já é parado pelos fãs quando sai de casa

Francisco De Laurentiis, iG São Paulo |

Após chegar com fama de matador ao Palmeiras , o argentino Barcos ganhou ainda mais moral com os torcedores graças ao seu primeiro gol pelo clube, anotado na vitória por 3 a 0 sobre o Ituano . Feliz com o momento, o atacante disse que já sofre assédio com os palmeirenses quando sai de casa e é parado a todo momento para fotos e autógrafos.

CLIMA QUENTE: Barcos discute com repórter e se diz incomodado com apelidos

"Cheguei há pouco tempo e as pessoas já me reconhecem na rua. Vou ao shopping quase sempre e eles sempre pedem autógrafos e fotos. Está sendo muito lindo, não esperava que isso acontecesse tão rápido. Cabe a mim continuar respeitando todos os torcedores e principalmente correspondendo e dando alegrias com gols e vitórias", afirmou.

TEM JOGO: Felipão relaciona Tinga, Chico e Bueno para pegar o Guaratinguetá

O jogador também mostrou-se muito satisfeito por ter marcado logo em seu segundo jogo pelo Palmeiras: "Fiquei muito contente (por marcar), é uma alegria muito grande, tirei um peso das costas. A equipe vem mostrando sua força e estamos trabalhando para construir um time cada vez mais sólido", disse o argentino, que ainda está se adaptando ao futebol brasileiro. "É muito rápido, diferente de outros lugares one joguei. É muito difícil e competititvo", comentou.

ENTREVISTA AO iG: Maikon Leite esquece Santos e lesões para brilhar no Palmeiras

Para continuar deixando sua marca e bater sua meta de 27 gols na temporada, o argentino diz que tem a receita. "O Felipão pediu para eu jogar como nos tempos de LDU. Deu liberdade para ficar confortável dentro de campo e aproveitar ao máximo as jogadas do Assunção. Pediu para ficar atento com todos os cruzamentos e eu tenho procurado fazer isso", disse o camisa 29, que apesar da boa estatura, disse ser melhor com a bola nos pés. "Na LDU, fiz mais gols com os pés. Tento fazer jogadas que normalmente um atacante alto como eu não faria", afirmou.

Ajude o Palmeiras a aumentar sua torcida virtual

Leia tudo sobre: PalmeirasBarcos

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG