Time espanhol teve ao todo 13 jogadores de diferentes nacionalidades convocados para a competição em 2010

selo

O Barcelona recebeu US$ 866 mil e liderou a lista de indenizações pagas pela Fifa por conta da participação dos seus jogadores na Copa do Mundo de 2010. A federação revelou que distribuiu US$ 40 milhões entre 400 clubes de 55 países diferentes. O time espanhol, que teve 13 jogadores convocados para a competição, é seguido por Bayern de Munique e Chelsea, que receberam US$ 778 mil e US$ 772 mil, respectivamente.

"Estamos satisfeitos que nós podemos compartilhar o sucesso da Copa do Mundo de 2010 com os clubes, proporcionando-lhes uma parte dos benefícios do nosso principal evento", afirmou Joseph Blatter, presidente da Fifa, em um comunicado oficial.

A Fifa obteve receitas de cerca de US$ 3,4 bilhões em um ciclo de quatro anos com o torneio realizado na África do Sul. Os lucros da federação devem ser publicados em março, quando o relatório financeiro anual da entidade costuma ser divulgado. Os clubes ingleses foram os melhores premiados, compartilhando um valor de US$ 5,95 milhões, seguidos pelos alemães com US$ 4,74 milhões.

Os pagamentos foram baseadas em uma taxa de US$ 1,6 mil por jogador por dia, com início duas semanas antes dos jogos começarem na África do Sul. O valor para de ser contado no dia seguinte do último jogo de cada seleção na Copa do Mundo. A Fifa revelou que reservará US$ 70 milhões para as compensações dos clubes que tiverem jogadores convocados para a Copa do Mundo de 2014.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.