Tamanho do texto

Treinador do Real Madrid disse, após a derrota do seu time em casa, que o clube catalão é beneficiado pela arbitragem

O Barcelona estuda a possibilidade de denunciar o técnico José Mourinho, do Real Madrid , à comissão disciplinar da Uefa pelas declarações polêmicas que o português deu logo após a derrota do seu time, em casa , na 1ª semifinal da Liga dos Campeões da Europa.

O treinador, durante a coletiva de imprensa após o duelo, fez insinuações de que o árbitro alemão Wolfgang Stark teria favorecido o arquirrival na partida em Madri. Mourinho disse que, se fosse Guardiola, teria "vergonha de ganhar o troféu" nessas circunstâncias. Ele completou chamando a partida de "escândalo do Bernabéu".

Além dessa, outras declarações polêmicas motivam o Barcelona a dar queixa contra o treinador. "Por que o Barça tem esse poder sobre árbitros? De onde vem esse poder? Por que não deixam as outras equipes jogar com 11 contra eles? Para que isso? Não entendo", disse o revoltado Mourinho.

O jogo de volta entre Barcelona e Real Madrid acontece na próxima terça-feira, dia 3 de maio, no estádio Camp Nou. O time catalão pode até perder por um gol de diferença diante de seus torcedores que garante vaga na decisão da Champions, que será realizada em maio, em Londres, no estádio de Wembley. 

Mourinho foi expulso do banco e assistiu à vitória do Barcelona nas arquibancadas
Getty Images
Mourinho foi expulso do banco e assistiu à vitória do Barcelona nas arquibancadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.