Equipes empataram em 2 a 2 na primeira partida da decisão, realizada no estádio Santiago Bernabéu

EFE
Real Madrid e Barcelona ficaram no 2 a 2 na primeira partida da Supercopa espanhola
Depois de empatarem em 2 a 2 no confronto de ida, no fim de semana passado, Barcelona e Real Madrid voltam a duelar nesta quarta-feira, às 18h (de Brasília), no Camp Nou, em Barcelona, na grande final da Supercopa da Espanha.

Desde que terminou o confronto disputado em Madri, a imprensa tratou de colocar todo o favoritismo nas costas do Barcelona, que jogará a final em casa. Para o chileno Alexis Sánchez, que fará sua primeira decisão desde que chegou à Espanha, o placar do primeiro jogo foi favorável ao clube catalão, que deve manter seu padrão de jogo e tentar surpreender a forte defesa do Real Madrid.

"Não há como negar que o resultado foi melhor para a nossa equipe, pois o Barcelona vai poder decidir em casa e dificilmente vai fazer um mau jogo", afirmou o atacante.

Entretanto, o goleiro Iker Casillas, do Real, não pensa desse modo. Para o capitão dos Blancos , a equipe merengue foi superior durante todo o jogo e o placar adverso foi apenas uma fatalidade, não existindo motivos para não acreditar em uma vitória diante de seu maior rival.

"Controlamos a partida de ida e tivemos mais oportunidades de gol. Portanto, não vejo motivos para ficarmos desanimados. Muito pelo contrário. Temos plenas condições de conquistar o título, mesmo no Camp Nou" disse o arqueiro do time de Madri.

Para este compromisso José Mourinho, técnico do Real Madrid, deverá promover a entrada do lateral esquerdo português Fábio Coentrão, que atuaria de forma improvisada no meio-campo, na vaga do argentino Ángel Di María.

Pelo lado do Barcelona, o técnico Josep Guardiola poderá mandar a campo alguns dos titulares que foram preservados no duelo de ida, como Piqué, Busquets, Pedro e Xavi.

A Supercopa da Espanha é disputada anualmente entre o campeão da Copa do Rei, no caso os merengues, e o campeão nacional, neste caso o Barça. Os dois times têm a supremacia do torneio, sendo que o Barcelona é o maior vitorioso com nove títulos, enquanto o Real Madrid conquistou o torneio oito vezes. O time catalão é o atual bicampeão, após bater o Sevilla na edição passada. Já o Real Madrid não sabe o que é erguer essa taça desde 2008, quando superou o Valencia na decisão.

Apesar de mais conquistas, o Barcelona amarga um tabu em finais contra seu tradicional rival. Nas quatro vezes em que se encontraram em decisões, o Real Madrid ganhou todas (1988, 1990, 1993 e 1997), mantendo clara superioridade frente ao clube catalão.

FICHA TÉCNICA - BARCELONA x REAL MADRID

Local: estádio Camp Nou, em Barcelona (Espanha)
Data: 17 de agosto de 2011, quarta-feira
Horário: 18h (de Brasília)
Árbitro: David Fernández Borbalán

REAL MADRID: Casillas; Sergio Ramos, Pepe, Ricardo Carvalho e Marcelo; Khedira, Xabi Alonso, Ozil e Dí Maria (Fábio Coentrão); Cristiano Ronaldo e Benzema
Técnico: José Mourinho

BARCELONA: Valdés; Daniel Alves, Piqué, Mascherano e Abidal; Busquets, Iniesta e Xavi; Messi, Villa e Sánchez (Pedro)
Técnico: Josep Guardiola

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.