Com proposta superior à multa rescisória, clube catalão pretende levar o jogador na próxima temporada

Neymar comemora gol marcado na partida contra o Equador pela Copa América
Gazeta Press
Neymar comemora gol marcado na partida contra o Equador pela Copa América
O Barcelona ainda sonha com o atacante Neymar , do Santos e da seleção brasileira. De acordo com o jornal As , da Espanha, a equipe catalã teria oferecido 50 milhões de euros (R$ 111,5 milhões) para ter o jogador, caso o clube aguarde até 2012. O valor oferecido pelo Barça é cinco milhões de euros maior do que a multa rescisória do atacante. A idéia de finalizar o acerto apenas em 2012 se dá pelo fato de que o clube espanhol tenta investir neste meio de ano nas contratações do meio-campista Cesc Fabregas , do Arsenal além do atacante Alexis Sánchez , da Udinese.

Além disso, Sandro Rosell, presidente do Barcelona, promete oferecer as mesmas condições contratuais dadas pelo Real Madrid , com quem, de acordo com o periódico espanhol, Neymar já tem negociações avançadas.

Apesar do interesse do Barça, no Real ainda há a certeza de que a negociação será finalizada após a Copa América. O contrato já estaria acertado com Wagner Ribeiro, empresário do jogador, e o próprio Neymar teria dito que sua vontade é atuar pelo Real. O ex-atacante Ronaldo, dono da empresa 9ine, também teria um papel importante na ida do jogador para o clube madrilenho.

Pesa contra o time merengue a vontade do atacantes de jogar o Mundial de Clubes, que será disputado no final do ano. O Real teria interesse em contar com o jogador no início da temporada 2011/2012, já que o técnico José Mourinho considera faltar apenas um atacante para fechar o elenco da equipe.

O Santos, por sua vez, ainda tenta manter Neymar em seu elenco. Segundo a matéria, o clube busca patrocinadores para continuar com o atacante. Caso consiga ficar com o camisa 11, o clube pensa, ainda, em renovar seu contrato, aumentando sua multa rescisória para cerca de 55 ou 60 milhões de euros (por volta de 127 milhões). O projeto da equipe santista é segurar o atacante até a Copa do Mundo de 2014, que será realizada no Brasil.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.