Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Barça formaliza denúncia contra Mourinho, e Real rebate

Como resposta, a equipe da capital anunciou que também entrará com ação na Uefa contra atletas rivais por "conduta antidesportiva"

iG São Paulo |

Com uma curta nota em seu site, o Barcelona anunciou, nesta quinta-feira, que optou por denunciar o técnico José Mourinho, do Real Madrid, ao comitê disciplinar da Uefa (União das Federações Europeias de Futebol). As declarações do português após a partida incomodaram o time espanhol e a entidade já tinha anunciado que isso poderia lhe render uma punição. O time da capital não deixou por menos e informou que também denunciará os atletas da equipe catalã ao mesmo órgão por terem "simulado agressões".

"Toni Freixa, secretário e porta-voz da Junta (diretiva do Barcelona), assegurou, entre outros pontos, que o Barça quer defender a história, o prestígio e a honra de nossos sócios, torcedores, jogadores, técnicos e diretores, que com seu trabalho e seus esforços conquistaram a Liga dos Campeões de 2009", dizia o comunicado do time catalão.

Após o clássico entre Real Madrid e Barcelona, válido pela semifinal da Liga dos Campeões, José Mourinho criticou duramente as decisões do árbitro Wolfgang Stark: "Temos que ir a Barcelona com nosso orgulho, mas sem Pepe, que não fez nada, sem Sergio Ramos, que não fez nada, e sem o treinador, que não poderá estar no banco", protestou o português.

Além de Mourinho, o Real Madrid ainda vai ser julgado em processos disciplinares e pode ser punido por causa de objetos atirados no gramados e por uma invasão de gramado que aconteceu no final da partida. O brasileiro naturalizado português Pepe, que recebeu um cartão vermelho na partida, também pode receber uma suspensão maior do que um jogo.

Do lado do Barcelona quem pode ser punido é o goleiro reserva José Pinto. Após o final do primeiro tempo, ele se envolveu em uma confusão entre jogadores na saída para os vestiários. Vários jogadores e membros das comissões técnicas trocaram empurrões, mas apenas Pinto foi expulso. O julgamento de todas possíveis punições vai acontecer na próxima sexta-feira, dia 6 de maio. Portanto, só depois da partida de volta entre Barcelona e Real.

Real Madrid contra-ataca
Sabendo da decisão do Barcelona, o Real sinalizou, também através do seu site oficial, com a possibildade de dar queixa contra o que considera ter sido "conduta antidesportiva dos jogadores do Barcelona, que simularam agressões de forma persistente com o único objetivo de induzir o árbitro, que culminou na decisão injusta de expulsar o atleta Pepe".

O Real pretende enviar à Uefa as imagens do lance o Pepe e Daniel Alves, falta que valeu o cartão vermelho direto ao zagueiro luso-brasileiro. Segundo o time da capital espanhola, é possível perceber que Pepe não tocou no compatriota.

Leia tudo sobre: futebol mundialespanhabarcelonareal madrid

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG