Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Barça empata e é tricampeão espanhol

Time catalão conquista seu terceiro título nacional consecutivo com duas rodadas de antecedência

Allan Brito, iG São Paulo* |

A ótima campanha do Barcelona no Campeonato Espanhol de 2010/2011 deu a ele o privilégio de ser campeão apenas com um empate, nesta quarta-feira, com duas rodadas de antecedência. Com o resultado de 1 a 1 contra o Levante, o time catalão comemorou, fora de casa, o seu terceiro título nacional seguido, o 21º no total e o quinto nas últimas dez temporadas.

É a primeira vez que o Barcelona conquista três campeonatos espanhóis consecutivos desde o tetra entre 1990 e 1994 - naquela época, o hoje técnico Guardiola participou como jogador, ao lado dos astros Romário e Stoichkov, sob o comando do ex-craque Johan Cruyff.

Mas não foi fácil para o Barça conquistar o troféu nesta quarta. O time catalão estava sem Iniesta, que era o aniversariante do dia e foi poupado. Mesmo assim, ele saiu na frente, com um gol de Keita aos 27 minutos do primeiro tempo. Porém, Felipe Caicedo empatou a partida aos 40 e deu mais suspense ao jogo. Mas com seu tradicional toque de bola e paciência, o Barça conseguiu dominar o jogo, teve chances de gols até o final e, mesmo sem marcá-los, confirmou o título.

A conquista coroa o trabalho de um time invejado pelo mundo inteiro, até mesmo por seleções. Com um futebol bonito, de técnica, toque de bola e ofensividade, o Barcelona perdeu apenas dois jogos até agora na competição. O argentino Lionel Messi também sai mais valorizado do que nunca. Eleito duas vezes o melhor jogador do mundo, ele tem tudo para se manter no topo com esse título, já que foi decisivo na maioria das partidas. Veja a importância de cada jogador no título do Barça.

A comemoração dos jogadores em campo foi tímida, já que eles estavam em Valencia, com pouco espaço destinado aos seus torcedores. Agora o Barcelona vai atrás de outro título na temporada. No dia 28 de maio, em Wembley, na Inglaterra, a equipe enfrenta o Manchester United, em jogo único que vale o troféu da Liga dos Campeões.

Veja imagens do Barcelona no Campeonato Espanhol:

O jogo
Sem o aniversariante Iniesta, o Barça teve Afellay começando a partida como titular. Precisando apenas do empate, o time azul-grená mantinha a posse de bola, mas não criava chances perigosas contra o Levante, que atuava na base dos contra-ataques.

A primeira boa oportunidade foi do Levante. Aos 17, Caicedo cruzou para Nadal, que desviou de primeira, levando perigo ao gol de Valdés. Pouco depois, Xavi Torres também assustou o goleiro do Barcelona.

EFE
Keita comemora com Daniel Alves o único gol do time catalão nesta quarta-feira
Embora fosse o Levante quem mais assustava, o Barça foi quem abriu o placar. Após bom lançamento de Xavi, Keita desviou de cabeça, para marcar seu terceiro gol no Campeonato Espanhol e deixar a tarefa do atual campeão ainda mais fácil. Porém, ainda no primeiro tempo, após falha de Piqué e Valdés, Caicedo aproveitou para, sem goleiro, empatar a partida.

Na etapa final, o Barcelona voltou melhor, buscando marcar o segundo gol. Aos 12 minutos, Messi fez boa jogada pelo lado esquerdo, passa pela defesa do Levante e chuta na saída de Munúa, mas a bola tocou na trave e saiu. O argentino voltou a aparecer em arrancada pela esquerda. Após fazer o corte em seu marcador, o camisa 10 chutou para a boa defesa de Munúa, que jogou para escanteio.

Após as boas chances criadas por Messi, o Barcelona voltou a diminuir o ritmo, mantendo a posse de bola, apenas aguardando o final da partida. Com o Espanhol assegurado, agora a equipe pode focar na decisão contra o Manchester United, no próximo dia 28.

FICHA TÉCNICA: LEVANTE 1 X 1 BARCELONA

Local: estádio Ciutat de Valencia, em Valencia-ESP
Data: 11 de maio de 2011, quarta-feira
Horário: 15h (de Brasília)
Árbitro: Paradas Romero
Cartões amarelos: Iborra (LEV) e Piqué (BAR)
GOLS: Keita, aos 28 minutos do primeiro tempo, e Caicedo, aos 40 minutos do primeiro tempo.

LEVANTE: Munúa, Javi Venta, Ballesteros, Nano, Juanfran, Xavi Torres, Pallardó (Gorka Larrea), Iborra, Valdo, Xisco Nadal e Caicedo (Stuani).Técnico: Luís Garcia Plaza

BARCELONA: Valdés; Daniel Alves, Mascherano, Piqué, Abidal (Fontás); Busquets, Keita e Xavi; Afellay, Messi e Villa (Pedro). Técnico: Guardiola.

* Com Gazeta Esportiva

Leia tudo sobre: futebol mundialespanhabarcelona

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG