Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Barbara Berlusconi não quer intervir em eventual transferência de Pato

Dirigente do Milan e namorada do brasileiro, Bárbara já disse que "todos os jogadores são transferíveis"

Ansa |

AFP
Alexandre Pato, desejado pelo PSG, fez o gol da vitória do Milan em amistoso contra franceses
A diretora administrativa do Milan e filha do ex-premier italiano Silvio Berlusconi, Barbara, não pretende intervir em uma possível negociação do clube sobre o passe de seu namorado e jogador brasileiro, Alexandre Pato, no time.

Leia também: Para ter Balotelli e Tevez, Milan pensa em negociar Pato com o PSG

Fontes próximas à italiana afirmaram que Barbara considera que os interesses do clube estão acima de suas questões afetivas pessoais, o que acabaria com os boatos da imprensa esportiva de que ela poderia intervir em uma eventual transferência do atacante.

Barbara chegou a afirmar que "todos os jogadores são transferíveis", e, segundo as fontes próximas, ela não mudou de ideia.

Recentemente, o atleta reclamou da relação que tem com o treinador do Milan, Massimiliano Allegri, que, segundo Pato, não conversa com ele. A declaração suscitou boatos que de o jogador estaria interessado em sair do clube.

O empresário do jogador chegou a assinalar que o time francês Paris Saint-Germain -- que contratou os ex-técnicos do Milan Carlo Ancelotti como treinador e o brasileiro Leonardo como diretor esportivo -- seria "atraente". Porém, Pato já declarou que pretende terminar a atual temporada do Campeonato Italiano no time rossonero.

Leia tudo sobre: patofutebol mundialitáliamilanbárbara berlusconi

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG