Victor Piturca disse que o atacante está arrependido, mas não pode reintegrá-lo ao grupo romeno

O atacante Adrian Mutu pediu perdão ao técnico da Romênia, Victor Piturca, após ser pego bebendo enquanto estava com a seleção nacional para enfrentar San Marino, em 10 de agosto. No entanto, o treinador não aceitou as desculpas e manteve o banimento a ele e ao defensor Gabriel Tamas, imposto na semana passada.

"Mutu pediu desculpas, mas não posso aceitá-las. Ele me ligou no domingo, disse que se arrependia, mas como vou reintegrá-los ao grupo?", indagou o treinador.

Em 28 de agosto, Mutu pode fazer sua estreia pelo Cesena, na primeira divisão do Campeonato Italiano. Esta não é a primeira polêmica da carreira do jogador. Em 2004, ele testou positivo para cocaína e recebeu sete meses de punição.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.