Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Bajulada por políticos, Marta ainda descarta volta definitiva ao Brasil

Atleta iniciará sua segunda passagem pelo Santos em janeiro, mas ficará no clube por apenas três meses

Gazeta Esportiva |

Premiada pela Fifa como melhor jogadora do mundo nas últimas quatro temporadas, Marta está na disputa mais uma vez. Tamanho destaque faz da camisa 10 da seleção brasileira o grande centro dos holofotes do futebol feminino no país, mas a volta definitiva ainda está longe de acontecer.

Nesta terça-feira, no Pacaembu, durante evento de apresentação da segunda edição do Torneio Internacional Cidade de São Paulo, que envolverá Brasil, Canadá, Holanda e México, ela foi homenageada pela Secretaria de Esportes, Lazer e Recreação do município, se disse emocionada, mas mostrou que ainda prefere os gramados estrangeiros.

"Eu sempre pensei em voltar de uma vez, mas ainda não temos a mesma estrutura que encontramos lá fora. Não é questão de ter que ficar lá para se destacar, mas é para manter o nível, melhorar cada vez mais e ter um período de atividade um pouco mais longo, que a gente ainda não tem aqui", explicou a atleta, de 24 anos.

Pelos serviços prestados ao futebol feminino mundial, Marta recebeu uma placa das mãos do vereador Marco Aurélio Cunha, do secretário de esportes, lazer e recreação Walter Feldman e do representante da Federação Paulista, Jaime Franco.

Os políticos destacaram o brilho de Marta e valorizaram o incentivo dado à modalidade na cidade. Em novembro, foi inaugurado um campo para as garotas do Centro Olímpico de Treinamento e Pesquisa, que está sendo usado pela seleção na preparação para o Torneio Cidade de São Paulo, algo que também foi exaltado.

Marta iniciará sua segunda passagem pelo Santos em janeiro, mas ficará no clube por apenas três meses, período em que deve disputar apenas amistosos, a maioria deles no Nordeste. Depois, ela retornará aos Estados Unidos, pois tem contrato até setembro de 2011 com a Women's Professional Soccer, responsável por cuidar do futebol feminino norte-americano.

Mas se a permanência definitiva não está em pauta para o futuro próximo, a 'Rainha do Futebol' não descarta totalmente a possibilidade para daqui alguns anos. "É uma coisa que eu tenho em mente. É um sonho ficar no Brasil e espero que possa estar próximo", encerrou.

Marta deve roubar a cena mais uma vez entre os dias 9 e 19 de dezembro, datas reservadas para o Torneio Internacional Cidade de São Paulo, que será realizado no Pacaembu, e tem o Brasil como atual campeão. Serão as últimas aparições da jogadora antes da entrega do prêmio da Fifa, em Zurique (Suíça), dia 10 de janeiro de 2011. Ela concorre com as alemãs Fatmire Bajramaj e Birgit Prinz.

Leia tudo sobre: fifafutebol feminino

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG