Tamanho do texto

Baixas são uma dor de cabeça extra para o técnico Renato Gaúcho, que tem recuperado o time paranaense

O Atlético Paranaense tem dois desfalques importantes em seu elenco no setor de meio-campo, ambos sem revisão de retorno. Em recuperação no Campeonato Brasileiro, o Furacão já tem poucas opções no elenco, dando uma dor de cabeça extra para o técnico Renato Gaúcho, que tem que se virar com o que tem no grupo.

O meia Paulo Baier, que já havia retornado aos treinamentos com o grupo, voltou a sentir dores no músculo adutor da coxa e está de volta ao departamento médico do clube. Longe dos gramados desde o início de julho, o maestro rubro-negro não em nenhuma previsão de quando estará novamente à disposição do treinador.

Já o caso do meia Branquinho é mais grave. O meia será operado na próxima quinta-feira e não deve atuar mais pelo restante do Brasileirão. Com dores crônicas no púbis há três meses, o jogador foi reavaliado pela equipe médica e ficou definida a necessidade de uma intervenção cirúrgica.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.