Tamanho do texto

Time catarinense vencia por 2 a 1 até 33 minutos do segundo tempo, mas baianos conseguiram a virada

nullEm um jogo de duas viradas, o Bahia levou a melhor sobre o Avaí atuando em casa. O time baiano venceu por 3 a 2 depois de estar perdendo por 2 a 1 no segundo tempo. O gol da vitória foi marcado por Lulinha, já no final do jogo. O atacante Júnior balançou as redes duas vezes na empolgante partida.

Veja a classificação e a tabela de jogos do Brasileirão

O Avaí foi melhor do que o Bahia durante quase toda a partida, mas acabou saindo atrás no placar no primeiro tempo. A bronca de Toninho Cecílio nos vestiários parece ter sido das boas, já que o time catarinense voltou para a segunda etapa e virou a partida com menos de dez minutos. Mas o Bahia não estava morto e também conseguiu sua virada. Júnior marcou duas vezes e Lulinha garantiu o triunfo.

Com o resultado, o Bahia se afasta ainda mais da zona de rebaixamento, enquanto o Avaí segue na vice-lanterna do torneio.

Júnior marcou duas vezes na vitória do Bahia
Futura Press
Júnior marcou duas vezes na vitória do Bahia
O jogo

Aos 10 minutos, Pedro Ken teve grande oportunidade dentro da área, mas Marcelo Lomba operou um milagre e fez defesa dificílima. Fahel tentou dar o troco de cabeça, mas Felipe também mostrou serviço do outro lado.

Quando o Avaí era melhor na partida, o centroavante Júnior abriu o placar para os donos da casa. O atacante girou rapidamente e bateu entre as pernas de Felipe para delírio da torcida no Pituaçu. Camacho ainda teve grande chance para ampliar na primeira etapa, mas errou o alvo e chutou na rede pelo lado de fora.

No final da primeira etapa, o técnico do Avaí, Toninho Cecílio, invadiu o gramado para reclamar do juiz Sálvio Spínola. “Acho que não foi falta, foi jogo de corpo no lance que originou o gol”, esbravejou Toninho Cecílio.

O Avaí voltou para a segunda etapa determinado a virar a partida rápido. O gol de empate saiu depois de uma cobrança de escanteio de Fernandinho, quando a zaga do Bahia desviou errado e traiu o goleiro Marcelo Lomba aos dois minutos de jogo.

William ainda perdeu duas boas chances de virar logo em seguida, mas falhou nas finalizações. O segundo gol catarinense também teve o goleiro Marcelo Lomba vendido. Pedro Ken penetrou com velocidade pela esquerda e chutou. A bola bateu no zagueiro e encobriu o goleiro baiano.

Pressionado pela sua torcida, o Bahia partiu para o ataque na busca pelo empate. Depois de cruzamento pela esquerda, Fabinho finalizou e Rafael fez grande defesa. No rebote, Júnior tocou livre para as redes. Empolgado com o gol e empurrado pela sua torcida, o Bahia conseguiu a virada. Lulinha, que havia entrado na segunda etapa, recebeu na área e bateu com estilo para grande festa no estádio do Pituaçu.

FICHA TÉCNICA- BAHIA 3X2 AVAÍ
Local: Estádio de Pituaçu, em Salvador (BA)
Data: 01 de outubro de 2011, sábado
Horário: 18h (de Brasília)
Árbitro: Sálvio Spinola Fagundes Filho (SP)
Assistentes: Marcio Luiz Augusto e Alex Alexandrino (ambos de SP)
Renda : R$347.415,00
Público: 16.697 torcedores
Cartões amarelos: Marcos e Marcelo Lomba (BAH); Robinho e William (AVA)
Cartões vermelhos: Fabinho (BAH) e William (AVA)

Gols:
Bahia: Júnior, aos 36 minutos do primeiro tempo e aos 33 minutos do segundo tempo ; Lulinha aos 36 minutos do segundo tempo
Avaí: Fernandinho aos 2 minutos do segundo tempo; Pedro Ken, aos 8 minutos do segundo tempo

BAHIA: Marcelo Lomba; Marcos, Paulo Miranda, Titi e Dodô; Fabinho, Fahel, Hélder (Maranhão) e Camacho (Lulinha); Jones (Reinaldo) e Júnior
Técnico: Joel Santana

AVAÍ: Felipe; Daniel, Dirceu, Gian e Fernandinho; Bruno, Júnior Urso (Rafael Coelho), Pedro Ken e Lincoln (Acleisson); Robinho e William
Técnico: Toninho Cecílio

Entre para a torcida virtual do Bahia e comente a vitória do time de Joel Santana