Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Bahia reforça o seu apoio a Jobson antes de julgamento na Suíça

Lulinha disse que o atacante tem se esforçado para ser liberado, após flagras em exames antidoping

Gazeta |

O atacante Jobson, do Bahia , será julgado nesta próxima terça-feira pela Corte Arbitral do Esporte em Zurique, na Suíça, pelo uso de cocaína no ano passado. Autor do gol da vitória do time diante do Fluminense, neste último sábado, o jogador conquistou a simpatia do restante do elenco, que apoia o companheiro, mesmo que à distância.

O meia Lulinha, que participou do lance do gol de Jobson, não escondeu sua torcida pelo sucesso do companheiro no julgamento, além de elogiar não só o bom futebol do atleta, como o seu caráter.

"Ele é muito boa gente. Precisa sempre de carinho e orientação e tem se esforçado para sair desta situação. Sabemos o quanto de bola ele joga e o quanto seria importante para nosso time que ele pudesse continuar jogando. Vamos rezar e tudo vai dar certo. E ele liberado, precisa sempre ser assistido e recebido com coração aberto", disse o meia do Bahia.

Focado no próximo compromisso no Campeonato Brasileiro, o jogador destacou as dificuldades que o time terá pela frente no embate contra o Atlético-PR, na Arena da Baixada, no sábado que vem. "Vai ser muito difícil e com certeza precisaremos segurar a pressão. Mas eles estão precisando do resultado e estaremos aproveitando este desespero se segurarmos por 20 minutos. Se isto acontecer, podemos buscar mais pontos fora de casa", concluiu Lulinha.

Leia tudo sobre: bahiajobsondoping

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG