Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Bahia faz 2 a 0 no Vitória e se recupera

Time chegou a dez pontos no Grupo 1, na quarta colocação. Já o Vitória segue líder da chave 2, com 14

Gazeta |

O técnico Vagner Benazzi cumpriu o que havia dito, não fugiu do desafio e comandou o Bahia do banco de reservas já neste domingo. Mostrando estrela, o novo treinador viu os seus comandados fazerem 2 a 0 no maior rival, com gols de Marcone e Ávine e ensaiar a tão sonahda recuperação no Campeonato Baiano.

Com o resultado, o Tricolor chegou a dez pontos no Grupo 1, na quarta colocação. Já o Vitória segue líder da chave 2, com 14. Na próxima rodada, os rubro-negros recebem o Bahia de Feira, enquanto o rival visita o Fluminense.

O Jogo

Mesmo com o ânimo de ter um novo treinador e empurrado pela torcida, o Bahia começou a partida sendo pressionado. Aos 11 e aos 15 minutos, Bida arriscou duas vezes de fora da área e deu trabalho para cima de Omar. A resposta tricolor, porém, veio em alto nível.

Hélder recebeu na frente, deu belo chapéu em Junior Timbó e chutou firme, mas a bola passou à direita do gol de Viáfara. Dez minutos mais tarde, Ávine recebeu de Jones e bateu cruzado, com perigo. No cotnra-ataque, Bida, sempre ele, chutou para mais uma boa defesa de Omar.

Mas o gol só foi sair na última jogada da primeira etapa. Marcone recebeu na direita e, da entrada da área, acertou um belo chute, forte, no ângulo, sem chances para o colombiano Viáfara.

Com a vantagem, o Tricolor voltou para o segundo tempo mais calmo e quase ampliou aos seis, quando Titi perdeu duas vezes na pequena área. Um pouco mais tarde, um bate-rebate se iniciou na área rubro-negra e Viáfara fez linda defesa na cabeçada do garoto Rafael.

A situação ficou ainda melhor quando Uelliton agrediu Rafael Jataí e foi expulso de campo, aos 20 minutos. Três minutos depois, Marcone foi derrubado na área e o juiz marcou pênalti. Ávine bateu fraco e Viáfara defendeu, mas o juiz mandou voltar alegando invasão da área. Na segunda chance, ele bateu firme e fez o 2 a 0.

Mais tranquilos, os tricolores tocaram bola e pouco foram ameaçados. Visivelmente alterados, os rubro-negros ainda perderam Neto Baiano, expulso após falta dura em Ávine, coroando a grande atuação do lateral e a vitória do Bahia.

FICHA TÉCNICA
BAHIA 2 X 0 VITÓRIA

Local: Estádio Pituaçu, em Salvador (BA)
Data: 20 de fevereiro de 2011, domingo
Horário: 16h (de Brasília)
Árbitro: Jailson Macedo de Freitas
Assistentes: Luiz Carlos Silva Teixeira e Kleber Moradillo da Silva
Cartões Amarelos: Jones (Bahia)
Cartões Vermelhos: Uelliton e Neto Baiano (Vitória)
Gols: Marcone, aos 44 do primeiro tempo, e Ávine, aos 28 minutos do segundo tempo

BAHIA: Omar; Marcos, Thiego, Titi e Ávine; Marcone, Rafael Jataí, Hélder e Ramon (Camacho); Jones (Boquita) e Rafael (Pedro Beda)
Técnico: Vagner Benazzi

VITÓRIA: Viáfara; Nino Paraíba, Alison, Léo Fortunato e Ernani (Léo); Uelliton, Bida (Esdras), Júnior Timbó (Geovanni) e Elkeson; Rildo e Neto Baiano
Técnico: Antonio Lopes

Leia tudo sobre: bahiavitóriacampeonato baiano 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG