Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

"Avisaram na sexta que começaria hoje", diz engenheiro do Fielzão

Gerente da obra do estádio foi comunicado em cima da hora, mas diz que isso não chegou a atrapalhar o andamento

Paulo Passos, iG São Paulo |

As alterações de prazo para o início das obras no futuro estádio do Corinthians , no terreno de Itaquera, não pegaram desperevenido o engenheiro Frederico Barbosa, gerente operacional da construtora Odebrecht, responsável pela obra. De qualquer forma, ele foi avisado praticamente em cima da hora que a terraplanagem do terreno começaria nesta segunda-feira . "Fui comunicado na sexta-feira à tarde que iniciaria hoje", disse Barbosa, que no entanto explicou que isso não trouxe nenuhm inconveniente para o andamento do trabalho. "Tudo já estava mais ou menos preparado, só estávamos esperando o ok", afirmou.

Barbosa falava tranquilamente sobre vários detalhes da obra do estádio do Corinthians, menos em relação a valores. Os custos orçados pela Odebreccht ultrapassam R$ 1 bilhão , mas o engenheiro se esquivou do assunto. Em compensação, não se furtou a falar nas datas consideradas chave para a obra, mesmo sem cravar com certeza nenhuma delas.

"Estamos trabalhando com um prazo de 30 e poucos meses de duração para a obra completa. A nossa previsão é que iremos entregar o estádio pronto em dezembro de 2013, com uma tolerância de três meses", explicou Barbosa. Com isso, a arena do Corinthians poderia até ficar pronta em março de 2014, a poucos meses do início da Copa do Mundo. O Fielzão é cotado para ser o estádio de abertura do Mundial no Brasil .

Em relação ao número de funcionários envolvidos na obra, Barbosa disse que neste começo não serão contratados muitos funcionários. "Nos primeiros três meses realizaremos a terraplanagem no local, e isso envolverá cerca de 20 homens. O pico de contratações ocorrerá quando a obra estiver com 15 meses de andamento. Aí teremos cerca de 2 mil pessoas trabalhando aqui", explicou o gerente operacional.

Dutos da Petrobras

Paralelamente à terraplanegem, será feita também a remoção dos dutos da Petrobras  localizados dentro do terreno. "A obra dos dutos é uma nova obra e que será de responsabilidade da Transpetro. Ela deverá começar em setembro ou outubro", afirmou Frederico Barbosa.

Leia tudo sobre: CorinthiansFielzãoCopa 2014Itaquera

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG