Treinador diz que está preparado para deixar o comando, se for o melhor para o clube neste Brasileiro

Com seis jogos no comando do Cruzeiro e nenhuma vitória, a queda de Emerson Ávila parece questão de tempo, especialmente depois da goleada sofrida para o Vasco , na Arena do Jacaré. São quatro derrotas e dois empates desde que assumiu o time, o que colocou a equipe celeste na briga contra o rebaixamento. Diante do momento turbulento, Ávila se mostra preparado até para uma troca de técnico.

Siga o iG Cruzeiro no Twitter e receba todas as informações do seu time

“A diretoria sabe o que tem no momento, se é melhor a troca. Sou um funcionário do clube. Se eles entenderem que é melhor, minha preocupação não é com minha imagem, é com o clube. Penso que o clube tem de sair de onde está. Se for outra pessoa, vou estar pronto para ajudar. Não tenho vaidade, quero é ajudar o Cruzeiro”, disse o atual treinador do Cruzeiro, que já detectou o principal problema do time.

Entre para a torcida virtual do Cruzeiro e convide os seus amigos

“A equipe se abate muito quando sofre um gol, parece que passa um filme na cabeça dos atletas da história dos jogos anteriores, das dificuldades. Sair atrás do marcador é muito ruim, o ideal é conseguir sair na frente, para trazer um pouco mais de tranquilidade para os atletas em campo. Enfim, agora é seguir, temos um jogo duríssimo contra o Grêmio”.

A grande preocupação do técnico cruzeirense segue sendo o ataque. Segundo Emerson Ávila, o Cruzeiro tem se mostrado muito nervoso quando tem a bola nos pés. “Um dos nossos erros foi uma posse de bola muito pequena no ataque, tentando definir o lance muito rápido. No primeiro tempo foi nítido, tínhamos a posse de bola, mas tentávamos o lançamento em busca do jogador mais adiantado, sendo que o ideal seria rodar um pouco mais a bola e tentar sair da forte marcação do Vasco”, completou Emerson Ávila, que classificou a vitória do Vasco como justa.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.