"Se jogarmos sempre assim, sairemos dessa situação", comentou o otimista atacante William após o jogo

A vitória por 3 a 2 sobre o Flamengo , na Ressacada, valeu pelo menos uma noite fora da zona de rebaixamento para o Avaí . Com um jogo a mais que o Bahia, que enfrenta o América-MG nesta quinta-feira, o time catarinense termina a quarta-feira na 16ª colocação, um lugar acima da faixa perigosa. E já sonha alto.

"Se jogarmos sempre dessa maneira, sairemos dessa situação e brigaremos lá em cima", comemorou o atacante Willian, que se ajoelhou ao lado de Rafael Coelho em frente à torcida para celebrar o triunfo sobre uma equipe que começou a primeira rodada do segundo turno com chances de liderar o Brasileiro.

A confiança para evitar o retorno à Série B aumentou. "O Avaí se encontra em uma situação difícil hoje, mas quem está aqui acredita. Falei e vou repetir: o grupo é bom, não merece essa situação", disse o recém-chegado Lincoln.

"É bom ressaltar e agradecer o trabalho que o Gallo vinha fazendo. É um treinador muito competente, sem culpa em nada do que ocorria antes, a culpa é dos jogadores. O Toninho chegou e também é muito competente. Mas com tudo acreditando que podemos sair dessa situação", continuou o experiente meia.

A meta, agora, é manter a ascensão contra o Atlético-MG, no sábado, em Minas Gerais. Se ganhar de novo, desta vez de um concorrente direto na briga contra o rebaixamento, pode sair de vez entre as quatro últimas posições - se o Bahia perder do América-MG em Salvador, os catarinenses poderão, enfim, ficar fora desta faixa.

null

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.