Empate em casa rendeu ao time catarinense o primeiro ponto na atual edição do Campeonato Brasileiro

Com um gol nos acréscimos, o Avaí arrancou um empate do América-MG e conquistou seu primeiro ponto no Campeonato Brasileiro. Sem Silas, que deixou o comando do Leão para acertar como futebol árabe, a equipe perdia por 2 a 1 até Cássio marcar, após confusão na zaga mineira.

null

Com o resultado, o Avaí deixou a lanterna momentaneamente, já que o Atlético-PR enfrenta o Flamengo, neste domingo. Na próxima rodada, o Avaí viaja a São Paulo para encarar o Palmeiras no Canindé. Já o América-MG, que chegou aos quatro pontos, faz o clássico com o Cruzeiro, no próximo domingo, na Arena do Jacaré.

O jogo

Pressionado para conquistar os primeiros pontos no Campeonato Brasileiro, o Avaí teve domínio das ações no início da partida. Aos sete minutos, Estrada recebeu de Rafael Coelho e quando armou o chute foi derrubado na entrada da área. Na cobrança da falta, George Lucas mandou uma bomba, exigindo boa defesa do goleiro Flávio.

O arqueiro do América-MG ainda trabalhou bem três minutos mais tarde, evitando gol de cabeça de Julinho. Rafael Coelho também tentou pelo alto, mas a bola foi fraca para o meio do gol, sem dificuldades para Flávio.

Passados 20 minutos, a pressão avaiana diminuiu e o América-MG começou a gostar do jogo. Gilson fez grande jogada e tocou para Rodriguinho chutar. A bola desviou em Gustavo Bastos e saiu para a lateral. Aos 37 minutos, porém, a zaga do Avaí não conseguiu impedir o gol do Coelho. Alessandro recebeu dentro da área e chutou colocado, com muita categoria, no canto esquerdo de Aleks, que nada pode fazer.

Atrás no placar, o Avaí foi em busca do empate ainda nos minutos finais do primeiro tempo. Pedro Ken, que fez sua estreia com a camisa do Leão, pegou sobra na área e chutou de primeira. A bola desviou e foi para escanteio.

Aos 46, em boa triangulação na entrada da área do América-MG, Estrada tentou, mas novamente o goleiro Flávio apareceu bem para impedir o gol dos anfitriões.

O Avaí começou nervoso a etapa final, errando muitos passes e cometendo faltas bobas. Mesmo assim, a equipe conseguiu chegar ao empate. Aos seis minutos, Julinho invadiu a área e sofreu pênalti. O próprio jogador foi para a cobrança e converteu.

Gabriel, do América-MG, disputa jogada com Estrada, do Avaí, durante o empate em Florianópolis
Gazeta
Gabriel, do América-MG, disputa jogada com Estrada, do Avaí, durante o empate em Florianópolis

A alegria dos poucos torcedores que estavam a Ressacada durou pouco. Na saída de bola, Rodriguinho avançou pela esquerda e só parou quando o goleiro Aleks o derrubou, dentro da área. O atacante Fábio Júnior cobrou bem e recolocou o América-MG à frente no placar.

Precisando do resultado, o técnico interino Edson Neguinho promoveu duas substituições e colocou Robinho e Maurício Alves, no lugar de Gustavo Bastos e Rafael Coelho, respectivamente. O Avaí cresceu, mas continuou tendo dificuldades na hora de finalizar.

Aos 23 minutos, Julinho cruzou para Pedro Ken chutar de primeira, à esquerda do gol adversário. Cinco minutos depois, em novo cruzamento, desta vez de George Lucas, Bruno mandou para a linha de fundo. A pressão fez efeito e o Avaí conseguiu empatar já nos acréscimos. Após cobrança de escanteio, a zaga do América-MG bateu cabeça e a bola sobrou para Cássio, que só teve o trabalho de empurrar.

FICHA TÉCNICA - AVAÍ 2 X 2 AMÉRICA-MG

Local: Estádio Ressacada, em Florianópolis (SC)
Data: 11 de junho de 2011, sábado
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Heber Roberto Lopes (PR /FIFA)
Assistentes: Gilson Bento Coutinho (PR) e José Amilton Pontarolo (PR)
Cartões amarelos: Aleks, Cássio, Gustavo Bastos e Maurício Alves (Avaí); Amaral, Rodriguinho, Fábio Júnior e Alessandro (América-MG)
Cartão vermelho: Marcos Rocha (América-MG)

Gols: AVAÍ: Julinho aos seis e Cássio aos 46 do segundo tempo
AMÉRICA-MG: Alessandro aos 37 do primeiro tempo e Fábio Junior aos oito da etapa final

AVAÍ: Aleks; Cássio, Marcinho Guerreiro, Gustavo Bastos (Robinho) e George Lucas; Julinho, Bruno, Estrada e Pedro Ken (Acleisson); Rafael Coelho (Maurício Alves) e Fábio Santos
Técnico: Edson Neguinho

AMÉRICA-MG: Flávio; Marcos Rocha, Anderson, Gabriel e Gílson; Dudu, Leandro Ferreira, Amaral e Rodriguinho (Fabrício); Alessandro (Camilo) e Fábio Júnior
Técnico: Mauro Fernandes

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.