Tamanho do texto

Time chileno conseguia uma vitória tranquila até a partida ser interrompida, no começo do segundo tempo

EFE
Milciades Saldivar é atendido após um projétil acertar a sua cabeça
A Universidad de Chile conseguia uma vitória tranquila por 2 a 0 sobre o Nacional do Uruguai, na noite desta quarta-feira, e, por ter ganhado a primeira partida por 1 a 0, garantia sua passagem para as oitavas de final da Copa Sul-Americana . Porém, um objeto atirado em um dos bandeirinhas provocou a suspensão da partida.

Veja a tabela da Copa Sul-Americana

O time chileno havia saído na frente logo aos 11 minutos de bola rolando, quando Vargas recebeu de Aranguiz e tirou do goleiro com categoria para marcar. No lance seguinte, Vargas foi o assistente e achou Matias Rodríguez no meio para fazer o 2 a 0 e silenciar os torcedores presentes no Parque Central.

Os protestos começaram, mas o jogo durou até o intervalo. No retorno, porém, pouco mais de 60 segundos após o apito do árbitro, o embate foi suspenso por um projétil que acertou o auxiliar Milciades Saldivar. Ele caiu no chão e, após sete minutos, o árbitro Antonio Arias tomou a decisão.

O mais provável agora é que a Confederação Sul-Americana de Futebol dê a classificação para o time visitante, que precisava tomar quatro gols e não marcar mais nenhum para ser eliminado. Confirmando-se a decisão, "La U" será a próxima adversária do Flamengo , em reedição das quartas de final da Libertadores do ano passado, vencida pelo chilenos.