Artilheiro do Campeonato Brasileiro disse que "95% do gol" é mérito do lateral, que cruzou a bola no lance

null

Autor do único gol do clássico, que decretou a vitória do Santos sobre o Palmeiras, por 1 a 0 , na tarde deste domingo, na Vila Belmiro, o atacante Borges tratou de dividir os méritos pelo tento anotado. Para o centroavante, o lateral esquerdo Léo , responsável pela assistência, foi o maior responsável pelo triunfo santista no clássico.

"Eu fui feliz na finalização: 95% do gol foi mérito dele (Léo) e 5% meu", afirmou Borges, que se isolou ainda mais na artilharia do Campeonato Brasileiro, agora com 20 gols. "O Léo é um grande jogador e sei qual é a característica dele nesses lances pelos lados do campo. Então, quando ele cortou, já me posicionei para fazer o gol", explicou o camisa 9.

Apesar disso, Borges foi duramente marcado pela defesa palmeirense e teve poucas oportunidades durante o clássico. Porém, o atacante destacou que se manteve confiante de que a chance surgiria para que ele pudesse balançar as redes adversárias.

"Eu sempre procuro me posicionar bem. Estava há dois jogos sem marcar e, apesar da cobrança por causa disso, procurei estar tranquilo durante a partida. Estávamos criando muitas oportunidades e sabia que uma bola sobraria para mim. O Deola fez boas defesas, mas nós pressionamos demais. Fui feliz e aproveitei a oportunidade. Foi um gol muito importante", concluiu.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.