Há membros da direção da Fifa que estão indecisos e que poderiam ter votado pela Rússia se o primeiro-ministro fosse à Suíça, disse Viacheslav Koloskov

O ex-vice-presidente da Fifa, o russo Viacheslav Koloskov, afirmou nesta quarta-feira que a ausência do primeiro-ministro de seu país, Vladimir Putin, em Zurique custará um ou dois votos à candidatura russa na eleição desta quinta para receber a Copa do Mundo de 2018.

"Segundo minha experiência de 30 anos de trabalho na Fifa e a participação em muitas apresentações, posso dizer que deixaremos de somar um ou dois votos", afirmou Koloskov à agência oficial "RIA Novosti".

Segundo ele, "há um ou dois membros da direção da Fifa que estão indecisos e que poderiam ter votado pela Rússia se o primeiro-ministro fosse à Suíça".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.