Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Ausência de Felipe diante do Cruzeiro irrita Vanderlei Luxemburgo

Goleiro não jogou neste domingo por ter tomado remédio sem consultado o departamento médico do Flamengo

Victor Martins, iG Belo Horizonte |

Assim que foi divulgada a escalação do Flamengo para o jogo contra o Cruzeiro , a surpresa ficou por conta da ausência do goleiro Felipe , nem sequer no banco de reservas. De acordo com o médico José Luiz Runco, o goleiro se medicou na sexta-feira, por isso não foi escalado. De acordo com Runco, que Felipe tomou um analgésico que é proibido para atletas, já que contem uma substancia estimulante.

Veja a classificação atualizada do Campeonato Brasileiro

“Fazemos uma consulta antes da partida com todos os jogadores, é uma rotina. O Felipe revelou que tomou um analgésico na sexta-feira à noite, por entender que não teria problema. Mas é um remédio que está na lista de dopping, e por isso ele está fora da partida”.

Quem não ficou nada satisfeito com o ocorrido, foi o técnico Vanderlei Luxemburgo. No entendimento do treinador rubro-negro, o goleiro foi irresponsável ao tomar um medicamento sem consultar o clube. “A irresponsabilidade do felipe de se automedicar foi muito grande. No futebol de hoje em dia, com tanto conhecimento, com tanta informação, não dá para se fazer isso”.

A bronca sobrou até para o lado do Cruzeiro. O técnico Vágner Mancini não gostou de o Flamengo ter escondido a escalação. Pelo regulamento, os dois clubes devem informar a equipe titular até 45 minutos antes do jogo. Segundo o comandante cruzeiro a escalação do adversário foi divulgada com 25 minutos de atraso.

“Não gostei nada do que aconteceu. Quando recebi a súmula, 20 minutos antes da partida, a escalação do Flamengo estava em branco. Acho que a CBF tem de ver isso, tem de se cumprir o regulamento, as normas”.

Leia tudo sobre: FlamengoBrasileirão 2011CruzeiroFelipe

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG