Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Aumento de 70% emperra renovação de Assunção no Palmeiras

Empresário de jogador não revela números e pede reconhecimento; clube acha pedido muito caro

Danilo Lavieri, iG São Paulo |

Marcos Assunção quer reconhecimento para renovar o seu contrato. É assim que seu empresário define o que a diretoria do Palmeiras considera um aumento muito alto. Segundo dirigentes do clube, o volante pede cerca de 70% de aumento, o que significa que seu salário ficaria acima da casa dos R$ 200 mil.

Em busca de economia, o Palmeiras considera o pedido caro, mas faz esforços para chegar a um denominador comum com o jogador por causa dos pedidos de Luiz Felipe Scolari para que o jogador continue no elenco.

“Estamos esperando uma convocação da diretoria do Palmeiras para conversar. Ainda não conversamos sobre o assunto. O Marcos Assunção não exige nenhum aumento, ele só quer ser reconhecido por causa de sua importância no elenco atual do grupo. Nós não falamos em números, apenas queremos reconhecimento”, disse Ely Coimbra, agente do especialista em batida de faltas.

AE
Marcos Assunção fez apenas um gol de falta neste ano

A menos de três meses do término do seu contrato, o jogador já recebeu sondagens de outros clubes do Brasil. De acordo com a Lei Pelé, Assunção já poderia até assinar um pré-contrato com outra equipe. O Palmeiras, inclusive, usou desse benefício para contar com Maikon Leite a partir do meio deste ano.

“Já recebemos sondagens de outros clubes. A ideia do Marcos Assunção é ficar no Brasil, fazer mais um contrato de dois anos e encerrar a carreira no Palmeiras. Em hipótese nenhuma, aceitaríamos uma oferta de outro time se a gente não falar com o Palmeiras antes”, completou o empresário.

Em várias coletivas, Assunção já afirmou que pretende ficar no Palestra Itália até o término de sua carreira. Em uma entrevista exclusiva ao iG, o jogador disse que não vê a hora de assinar seu contrato com o Palmeiras.

Leia tudo sobre: palmeirasmarcos assunção

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG