Tamanho do texto

Com dois gols de Marcelo Nicácio, time da casa reagiu e afundou seu adversário, que segue como lanterna

nullO Atlético Paranaense esteve perto de confirmar sua segunda vitória no Campeonato Brasileiro 2011, mas cedeu a virada para o Ceará no final da partida e perdeu por 2 a 1, no Estádio Presidente Vargas, em Fortaleza. O Atlético-PR segue na zona de rebaixamento, na lanterna, com cinco pontos, enquanto o time da casa chegou a cinco jogos sem derrota, subindo a nona colocação.

O time paranaense abriu o placar aos 15 minutos do primeiro tempo, com Mádson, que recebeu com liberdade e acertou o ângulo em um bonito chute. Depois do intervalo, a partida ficou equilibrada, com as equipes alternando o domínio. Após perder o zagueiro Gustavo expulso, os visitantes tomaram o gol de empate, aos 38 minutos, com Marcelo Nicácio. O atacante fez mais um, de cabeça, nos acréscimos, para virar herói.

Na próxima rodada, o Ceará encara o Fluminense, domingo, no Estádio João Havelange, no Rio de Janeiro. Já o Atlético Paranaense terá pela frente o Santos, no mesmo dia, em jogo marcado para a Arena da Baixada, em Curitiba.

Madson comemora o primeiro e único gol do Atlético-PR
AE
Madson comemora o primeiro e único gol do Atlético-PR

O jogo
O Ceará iniciou pressionado, empurrado pelo torcedor no Presidente Vargas. Aos quatro minutos, Vicente fez o cruzamento na área e Washington desviou pela linha de fundo. O Atlético-PR tentou a resposta com Marcinho, aos sete minutos, com um chute para fora. O meia foi fominha no lance. Aos 11 minutos, Edíllson cruzou e El Morro não conseguiu o desvio no caminho.

O Atlético-PR cresceu na partida e ameaçava mais o gol cearense. Até que, aos 15 minutos, Mádson recebeu com certa liberdade e chutou no ângulo para abrir o placar. O Ceará tentou reagir rápido, com Felipe Azevedo, que mandou uma bomba aos 18 minutos e carimbou a defesa atleticana. Mais Vovô no ataque e, aos 25 minutos, Michel desviou de cabeça e Renan Rocha realizou um milagre.

Madson comemora o primeiro e único gol do Atlético-PR
AE
Madson comemora o primeiro e único gol do Atlético-PR
A equipe da casa voltou a ter maior posse de bola, mas não finalizava bem. Aos 31 minutos, Osvaldo chutou de muito longe, sem problemas para o goleiro rubro-negro. Cléber Santana com um petardo, aos 36 minutos, quase ampliou. Um lance incrível para o Ceará, aos 40 minutos. Osvaldo deu passe açucarado para Washington que, de frete pra o gol, furou. Nos acréscimos, El Morro chutou, Diego não fez a defesa completa, mas Sacoman tirou antes que a bola entrasse.

Na segunda etapa, o Atlético-PR voltou pressionando. Aos dois minutos, Mádson fez a jogada individual e tocou para Cléber Santana, que mandou um petardo para cima da defesa. O baixinho tentava infernizar a defesa cearense e, aos oito minutos, na cara do gol, conseguiu chutar em cima do goleiro Diego. O Ceará acordou e, aos 12 minutos, Vicente bateu de longe, pela linha de fundo.

A torcida não se mostrava nada satisfeita com o Ceará e reclamava nas arquibancadas. Aos 17 minutos, Edílson cobrou falta e Fabrício se esticou par atentar desviar, sem sucesso. Reação cearense e, aos 23 minutos, Marcelo Nicácio que avia acabado de entrar, deu um chute traiçoeiro que exigiu grande defesa de Renan Rocha. Boa tabela entre Nicácio e Michel, mas o chute do atacante parou na zaga.

Os dois treinadores queimaram todas as substituições, sendo que Renato Gaúcho aproveitou para promover a estreia do atacante Rodriguinho no Furacão. Aos 35 minutos, Gustavo Lazzaretti tocou com a mão na bola, recebeu o segundo amarelo e foi para o chuveiro.

Era o que o time da casa precisava para começar a blitz. Aos 38 minutos, Marcelo Nicácio chutou e o goleirão atleticano aceitou, decretando a igualdade no placar. Ainda faltava a virada, que veio aos 47 minutos, com o mesmo Nicácio, que entrou para ser o herói da noite.

FICHA TÉCNICA
CEARÁ 2 X 1 ATLÉTICO-PR

Local: Estádio Presidente Vargas, em Fortaleza (CE).
Data: 28 de julho de 2011, quinta-feira
Horário: 21 horas (de Brasília)
Árbitro : Pablo dos Santos Alves.
Auxiliares : Fabiano da Silva Ramires e Jose R Maciel Linhares.
Cartões amarelos : Diego Sacoman, Boiadeiro e Michel(Ceará); Gustavo Lazzaretti, Marcinho, Renan Rocha, Mádson, Paulinho e Kléberson (Atlético-PR)
Cartão vermelho : Gustavo Lazzaretti (Atlético-PR)

Gols: CEARÁ: Marcelo Nicácio, aos 38 minutos e aos 47 mintuos do segundo tempo
ATLÉTICO-PR: Mádson, aos 15 minutos do primeiro tempo

CEARÁ : Diego; Boiadeiro (Enrico), Fabrício, Diego Sacoman e Vicente; Heleno, Michel, João Marcos e Felipe Azevedo (Egídio); Osvaldo e Washington (Marcelo Nicácio)
Técnico : Vágner Mancini

ATLÉTICO-PR : Renan Rocha; Edilson, Gustavo Lazzaretti, Fabrício e Paulinho; Deivid, Cleber Santana, Kleberson e Marcinho (Róbston); Mádson (Rafael Santos) e El Morro García (Rodriguinho)
Técnico : Renato Gaúcho

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.