De 2000 a 2010, clube foi um dos que mais atraiu jogadores sul-americanos. Em 2011, projeto é dar um tempo na contratação de ¿gringos¿

O Atlético Paranaense não planeja contratar jogadores estrangeiros para a temporada 2011. A medida rompe com uma tradição cultivada pelo clube desde 2000. De lá para cá, a cada ano o elenco atleticano foi reforçado por contratações sul-americanas. A ponto de em 2010 ter batido um recorde: contratou seis gringos. Vieram os colombianos Jorge Serna e Samuel Vanegas, os argentinos Javier Toledo e Federico Nieto, o paraguaio Ivan González e o equatoriano Freddy Guerrón.

Dos seis, Guerrón vingou e González e Nieto ainda são apostas. A margem de erro elevada é que fez o Atlético-PR recuar. Além disso, foi-se o tempo em que trazer bons jogadores dos países vizinhos custava barato. Como o clube adotou a política de não inflacionar sua folha de pagamento, decidiu dar um tempo aos sul-americanos. Jogador que queira ganhar três dígitos de salário está riscado da lista, resume o gerente de futebol Ocimar Bolicenho.

Entre 2000 e 2010, o Atlético contratou dois times de estrangeiros. Foram 22 jogadores.  Disparado, os colombianos foram os que mais se deram bem. O goleiro Viáfara, o volante Valencia e o meio-campista Ferreira emplacaram mais de uma temporada no clube. De 2005 a 2009, Ferreira disputou mais de 150 jogos com a camisa atleticana e marcou 39 gols. Já Valencia atuou em 143 partidas, entre 2007 e 2010, para depois se transferir para o Fluminense.

Houve também os gringos que não deixaram saudade. Como Abel Lobaton, que chegou no clube precedido pela fama de principal revelação do futebol peruano, mas não mostrou a que veio. Também frustraram a torcida o boliviano Ronald Raldes, o uruguaio Paulo Pezzolano e o argentino Rodrigo Diaz. Neste ano, os maiores micos foram os colombianos Jorge Serna e Samuel Vanegas. Todos, atuando bem ou mal, seguiram a trilha do meio-campista paraguaio Ruben Aveiro, que em 1943 foi o primeiro estrangeiro a vestir a camisa atleticana.

Confira abaixo os estrangeiros que vestiram a camisa do Atlético-PR de 2000 a 2010:

2000
Carlos Nicola, goleiro (Uruguai)
Carlos Flores, meio-campista (Peru)
Abel Lobaton, atacante (Peru)

2002
Ariel Graña, zagueiro (Argentina)

2003
Ronald Raldes, zagueiro (Bolívia)

2005
Marín, lateral-esquerdo (Colômbia)
Ferreira, meio-campista (Colômbia)
Baloy, zagueiro (Panamá)

2006
Sérgio Herrera, atacante (Colômbia)
Paulo Pezzolano, meio-campista (Uruguai)
Navarro Montoya, goleiro (Argentina)

2007
Valencia, volante (Colômbia)
Viáfara, goleiro (Colômbia)
Dayro Moreno, atacante (Colômbia)

2008
Julio dos Santos, meio-campista (Paraguai)

2009
Rodrigo Diaz, atacante (Argentina)

2010
Jorge Serna, atacante (Colômbia)
Samuel Vanegas, zagueiro (Colômbia)
Javier Toledo, atacante (Argentina)
Ivan Gonzáles, atacante (Paraguai)
Freddy Guerrón, atacante (Equador)
Federico Nieto, atacante (Argentina)

    Leia tudo sobre: futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.