Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Atlético-PR lamenta queda em momento decisivo do Estadual

"É levantar a cabeça e continuar, porque estava tudo bem até agora", avisou o zagueiro Gustavo

Gazeta |

Em uma tarde onde nada deu certo, o Atlético Paranaense perdeu por 2 a 1 para o Arapongas e, o título do primeiro turno do Campeonato Paranaense 2012 que estava próximo começa a se afastar. O zagueiro Gustavo lamentou a passividade da equipe em campo, sem conseguir criar muitas oportunidades e ainda dando chance para o adversário construir o placar.

"Fomos muito passivos, aceitamos a marcação do adversário. Perdemos um jogo que não estava nos planos para o campeonato. Essa vitória era importantíssima", afirmou o defensor rubro-negro, que já projeta o Atletiba do meio de semana. "Na quarta-feira tem mais uma batalha direta pelo primeiro turno. É levantar a cabeça e continuar, porque estava tudo bem até agora", completou.

Gsutavo ainda lembrou que o Cianorte pode ultrapassar o Atlético na classificação, graças ao vacilo do time. "Facilitamos em todos os sentidos hoje. Tem que ter uma postura diferente. Fomos um time muito apassivo e às vezes muito ingênuo. Fomos punidos com isso. Vale agora uma torcidinha contra o Cianorte. Temos que reunir forças e na quarta-feira superar o Curitiba", enfatizou.

Experiente, o meia Marcinho rapidamente sacou o que faltou ao Atlético e pede um puxão de orelhas do treinador Juan Carrasco. "Não fomos rápidos. Estávamos pensando muito, não sei se pelo calor ou pelo gramado. Deixamos de fazer algumas coisas que estavam no automático. Em um segundo eles fechavam uma coisa que poderíamos ter feito no jogo. Vamos ter tranquilidade, conversar e o profesor Carrasco vai chamar nossa atenção", concluiu.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG