Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Atlético-PR investe em projetos de craque para achar um novo Lucas

De olho em negócios futuros, clube já trouxe Henan, goleador da série A3 paulista, e tenta a contratação de Thiago Potiguar, revelação do Paysandu

Altair Santos, iG Curitiba |

Em 2000, o Atlético Paranaense fez o maior negócio de sua história. Vendeu o atacante Lucas ¿ hoje no FC Tokyo ¿ ao Rennes, da França, por 21 milhões de dólares. O jogador chegou em 1998, num pacote negociado com o Botafogo de Ribeirão Preto, que também trouxe para o clube o zagueiro Gustavo e o volante Cocito. O mesmo sucesso financeiro o Atlético teve quando foi buscar Adriano Gabiru no futebol alagoano e Kléber Pereira no Maranhão. Por isso, para 2011, o clube quer resgatar essa política.

Não foi à toa que o Atlético-PR foi buscar o atacante Henan no Red Bull, da série A-3 de São Paulo, e investe em cima do também atacante Thiago Potiguar, do Paysandu. Para trazer um dos destaques do clube do Pará, o Atlético aceitou trazer outra promessa paraense: o meio-campista Jenison, 19 anos, que foi incorporado ao elenco de juniores. É uma negociação que estamos tentando desde novembro e esperamos concluir logo, disse o presidente Marcos Malucelli, referindo-se a Thiago Potiguar.
 
O clube teria oferecido R$ 100 mil pelo empréstimo de Potiguar até o final do campeonato paranaense, com opção de compra a partir de maio. Pedimos 200 mil, mas é o presidente (Luiz Omar Pinheiro, do Paysandu) quem vai resolver, diz o diretor de futebol do clube paraense, Antonio Louro.

Acordo semelhante o Atlético fez para trazer Henan, que também veio por empréstimo até o final do ano com a opção de compra já estipulada a partir de maio. O jogador de 23 anos marcou 30 gols na temporada. Se repetir a artilharia em 2011, um novo Lucas pode estar surgindo no Atlético.

Leia tudo sobre: atlético-prfutebolpaysandu

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG