Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Atlético-PR faz o dever de casa e está classificado

Time rubro-negro venceu o Rio Branco-AC, na Arena, e garantiu a vaga para a próxima fase no saldo de gols

Gazeta |

Gazeta Press
Guerón (à esquerda) e Lucas comemoram a vitória do Atlético-PR
Foi um pouco mais difícil do que esperava a torcida do Atlético-PR, mas o time conseguiu reverter a vantagem do Rio Branco-AC e venceu o jogo de volta da Copa do Brasil por 3 a 1, a Arena da Baixada. O placar foi suficiente para levar o time para segunda fase, já que, no Acre, na partida de ida, o adversário fez 2 a 1.

Enfrentando dificuldades desde o apito inicial devido a forte marcação adversária, o Atlético conseguiu abrir o placar aos 13 minutos, graças a uma jogada individual de Lucas, que depois de passar pela zaga deu a assistência para Guerrón, que teve calma para empurrar para as redes. Depois do intervalo, aos 20 minutos, Lucas recebeu de Guerrón e fez o segundo.

A porteira abriu e Lucas, aos 24 minutos, fez mais um com um belo chute de fora da área, no ângulo, dando a classificação para o time paranaense encarar o vencedor de Paulista e São José-RS na próxima fase da competição. Araújo, aos 37 minutos, descontou para os visitantes.

O jogo
O Atlético queria evitar uma nova surpresa, mas desde o início encontrou uma marcação forte dos acrianos, que apostavam na esperança de acertar um contra-ataque. Aos cinco minutos, o primeiro chute realmente a gol, com Madson, que arriscou de longe, como força, pela linha de fundo. Na resposta, aos oito minutos, Anselmo cobrou falta e Silvio fez linda defesa para espantar a zebra.

A torcida rubro-negra já começava a se irritar quando, aos 13 minutos, Lucas deixou a zaga adversária para trás e serviu a Guerrón, que teve tranquilidade para tocar no cantinho, na indecisão do goleiro. O gol não facilitou as coisas para o Rubro-Negro, que tomou outro susto os 19 minutos, em nova cobrança de falta de Anselmo. Os chutes de longa distância eram a principal arma atleticana. Aos 25 minutos, Lucas arriscou de longe e André defendeu.

O meia Madson, aos 29 minutos, sentiu uma lesão e teve que deixar o gramado para a entrada de Heverton. Aos 32, Paulinho Pitbull bateu falta da entrada da área para fora. O jogo era truncado e o Atlético-PR não conseguia se acertar, provocando vaias nas arquibancadas. Depois, pegando rebote, Manoel chutou e carimbou a zaga.

No segundo tempo, Paulo Baier tentou matar o jogo depois de um bom lançamento de Kléberson, mas foi travado na hora certa por Jonas. O Rio Branco tentou partir para o ataque e o Furacão tinha problemas para segurar o adversário, apelando para algumas faltas mais fortes. Muitos passes errados e nenhuma criatividade irritavam o torcedor, ainda temendo por um desastre na Arena.

Em meio ao marasmo, Kléberson,que fazia uma partida apagada, cruzou na cabeça de Heverton, que errou o alvo. Aos poucos o Rubro-Negro colocava a bola no chão e se acalmava. Até que, aos 21 minutos, Guerrón encontrou Lucas entrando pelo meio da defesa e o atacante não perdoou, tocando bonito para as redes. A porteira abriu e, aos 24 minutos, Lucas bateu de longe e acertou o ângulo para fazer um golaço.

O resultado pareia confortável para as emoções estavam guardadas para os minutos finais. Aos 37 minutos, Anselmo cobrou falta e Araújo arrematou para descontar. Com o resultado, o time do Acre precisava de apenas mais um gol para garantir a classificação e partiu para o ataque. Porém, com muita garra, a defesa rubro-negra conseguiu se recuperar e fechar as portas, acabando com o sonho do Rio Branco.

FICHA TÉCNICA - ATLÉTICO-PR 3 x 1 RIO BRANCO-AC
Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: 02 de março 2011, quarta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Paulo H Godoy Bezerra (SC)
Assistentes: Kleber Lucio Gil e Hélton Nunes (ambos de SC)

Cartões amarelos: Manoel, Paulinho, Lucas e Alê (Atlético-PR); Rafael, Jonas (Rio Branco)

Gols:
ATLÉTICO-PR: Guerrón, aos 13 minutos do primeiro tempo e Lucas, aos 20 minutos e aos 24 minutos do segundo tempo.
RIO BRANCO: Araújo, aos 37 minutos do segundo tempo

ATLÉTICO-PR: Sílvio; Wagner Diniz, Gabriel, Manoel e Rafael Santos; Kléberson, Paulo Baier e Madson (Heverton) e Paulinho; Lucas e Guerrón (Claiton)
Técnico: Leandro Niehues

RIO BRANCO-AC: André; Jonas (Kléber), Rodrigão, Rafael e Vagner; Paulinho Pitbull, Wendell (Paulista), Ismael e Ancelmo; Araújo e Juliano César (Leonardo).
Técnico: Ico
 

Leia tudo sobre: Atlético-PRCopa do Brasil 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG