Tamanho do texto

Paranaenses ainda não venceram no Brasileirão, enquanto cariocas estão com jejum de três jogos

Atlético Paranaense e Botafogo entram em campo neste sábado, na Arena, só pensando em vitória. Pelo lado rubro-negro a situação é crítica. A equipe ainda não venceu no Brasileirão , somou apenas dois pontos e está na lanterna. Já no time alvinegro, a situação é mais confortável, porém, após três jogos sem vitória e o sinal de alerta foi ligado. Atualmente a equipe ocupa a 7ª posição com 16 pontos.

Para conseguir a tão almejada primeira vitória no Brasileiro, o técnico Renato Gaúcho pode armar o Atlético com um esquema um pouco mais ofensivo. Para isso, o volante Robston deve ser sacado do meio-campo para a entrada de um armador. Marcinho poderia reestrear pelo time rubro-negro. Além disso, El Morro pode jogar ao lado de Adailton no ataque.

Mas independente da equipe, que o treinador só revela antes do início da partida, o importante é vencer para que a confiança retorne.

“A gente precisa da vitória o mais rápido possível. Estamos trabalhando forte para isso. É dedicar aos treinamentos e, quando chegar o final de semana, entrar com espírito de guerra e de vitória para conseguir a nossa primeira vitória na competição”, disse o volante Kleberson.

No Botafogo, a derrota para o Corinthians, na última quarta-feira provocou a ira da torcida que não poupou os jogadores e o técnico Caio Junior. Apesar disso, o elenco mantém tranqüilidade, já que uma vitória poderá deixar o time próximo do G4.

Renato Gaúcho comanda o treino do Atlético-PR
AE
Renato Gaúcho comanda o treino do Atlético-PR

"Sempre imaginei chegar a 60% de aproveitamento nesse início, o que seria fantástico pelas dificuldades de formação do elenco e definição do time. Temos 51%. Fica uma ponta de frustração pela possibilidade de ter sido muito melhor esses três últimos jogos”, disse o técnico Caio Junior.

O time terá dois desfalques. O volante Lucas Zen, que estava atuando improvisado na lateral-esquerda, sofreu um estiramento na coxa e ficará duas semanas fora da equipe. Assim, Márcio Azevedo, volta ao time titular, justamente contra seu ex-clube.

O outro desfalque é do atacante Herrera, que recebeu o terceiro cartão amarelo na última partida e terá que cumprir suspensão automática. Alexandre Oliveira e Alex lutam por uma vaga na equipe titular. Outra alternativa de Caio Júnior é escalar mais um volante, adiantar Renato e deixar Caio como centroavante no esquema 4-2-3-1.

"Não tivemos possibilidade de treinamento. Vou estudar o Atlético-PR, já que eles tiveram reforços e a tendência é mudar a escalação do último jogo”, revelou Caio Junior.

FICHA TÉCNICA - ATLÉTICO-PR X BOTAFOGO

Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data: 23 de julho de 2011, sábado
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Paulo Cesar Oliveira (SP)
Assistentes: Fabio Pereira e Danilo Ricardo Simon Manis (ambos de SP)

ATLÉTICO-PR : Renan Rocha; Edilson (Wagner Diniz), Manoel, Fabrício e Paulinho; Deivid, Cleber Santana, Kleberson e Madson; Adaílton (Marcinho) e Morro Garcia
Técnico: Renato Gaúcho

BOTAFOGO : Jefferson, Alessandro, Antônio Carlos, Fábio Ferreira e Márcio Azevedo; Marcelo Mattos, Renato, Caio, Elkeson e Maicosuel; Alex (Alexandre Oliveira)
Técnico: Jairo Araújo

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.