Com o resultado, o time perde a chance de se aproximar do título antecipado do primeiro turno e pode ser ultrapassado pelo Cianorte

Chegou ao fim a invencibilidade do Atlético-PR no Campeonato Paranaense 2012. O time foi ao interior e perdeu por 2 a 1 para o Arapongas na abertura da nona rodada da competição. Com o resultado, o Atlético-PR perdeu a chance de se aproximar do título antecipado do primeiro turno e ainda pode ser ultrapassado pelo Cianorte, que joga neste domingo.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros torcedores

O lance mais forte da partida aconteceu aos 10 minutos, quando Bruno Mineiro caiu no gramado desacordado após um choque de cabeça, sendo imediatamente encaminhado ao hospital. Com a bola rolando, aos 17 minutos, Edu Amparo acertou um lindo chute para abrir o placar. O empate veio com Marcinho, de cabeça, aos 34 minutos. Depois do intervalo Paulo Morais, com liberdade, fez o seu, aos 22 minutos.

Na próxima rodada, o Arapongas vai ao litoral, onde enfrenta o Rio Branco, quarta-feira, no Gigante do Itiberê, em Paranaguá. Já o Atlético Paranaense tem o clássico diante do Coritiba, em partida marcada para a Vila Capanema.

O jogo
O time da casa tinha muitos desfalques e iniciou a partida tentando se organizar em campo. O Furacão tentava forçar, mas não passava da intermediária. O calor também castigava. Aos cinco minutos, Deivid e Bruno Furlán tabelaram, mas a bola sobrou com a zaga. Aos 10 minutos, choque entre dois jogadores e Bruno Mineiro ficou no chão, aparentemente desacordado. Médicos fizeram o atendimento no gramado e levaram o atacante para o hospital com traumatismo craniano, segundo as primeiras informações.

Com a bola rolando, o Furacão continuava com dificuldade para criar. No primeiro ataque do Arapongão, aos 17 minutos, Edu Amparo, com uma bomba, acertou o travessão e viu a bola bater nas redes na sequência para abrir o placar. Aos 23 minutos, Marcinho cobrou falta e Victor, bem colocado, fez a defesa. A saída de Bruno Mineiro claramente abalou os atletas atleticanos.

O Rubro-Negro voltou a criar uma boa oportunidade aos 32 minutos, depois de jogada de Marcinho, que deixou nos pés de Ricardinho, que deu um chute bizarro. Mas, aos 34 minutos, após falha generalizada da defesa, a bola sobrou para Marcinho tocar de cabeça e empatar. O jogo era nervoso, com muita reclamação dos atletas. Aos 43 minutos, Edu arriscou um novo chute da entrada da área e Héracles apareceu no caminho para travar.

Na segunda etapa, o Furacão voltou com o atacante Léo. Aos cinco minutos, Marcinho cobrou falta na entrada da área e carimbou a barreira. O Arapongas se defendia bem. Aos sete minutos, Deivid chutou cruzado e a zaga afastou o perigo. O ritmo caiu um pouco, com os jogadores cadenciando mais. Marcos Tora, aos 11 minutos, abriu espaço e soltou o petardo à esquerda da meta.

O time da casa partiu para a pressão. Aos 14 minutos, depois de levantamento na área, Léo Itaperuna desviou e Rodolfo se recuperou para defender. Na resposta, Léo partiu com velocidade e foi fominha, chutando diretora para o gol, sem perigo. Aos 20 minutos, Léo Itaperuna recebeu com liberdade e o árbitro parou o lance anotando impedimento. Ate que, aos 22 minutos, Paulo Morais, que havia acabado de entrar, recebeu passe açucarado e só teve o trabalho de tirar do goleiro para marcar.

O Atlético foi surpreendido pela formação do adversário e não conseguia evoluir. Aos 30 minutos, Harrison cobrou falta nas mãos de Victor. Léo fez fila na defesa do Arapongas, mas foi travado no momento do arremate. O Furacão já mostrava desespero. Renan tentou um lançamento, aos 41 minutos, direto para o goleiro. Gustavo cobrou falta, aos 44 minutos, sem sucesso. Pela primeira vez caia o time do técnico Juan Ramon Carrasco.

FICHA TÉCNICA - ARAPONGAS 2 X 1 ATLÉTICO PARANAENSE
Local: Estádio José Chiapin, Arapongas (PR)
Data: 18 de fevereiro de 2012, sábado
Horário: 16h20 (de Brasília)
Árbitro: Leandro Júnior Hermes
Assistentes: Roberto Braatz e Moisés Aparecido de Souza
Cartões amarelos: Maicon, Edu Amparo, Douglas (Arapongas); Héracles (Atlético-PR)

Gols: ARAPONGAS: Edu Amparo, aos 17 minutos do primeiro tempo e Paulo Morais, aos 22 minutos do segundo tempo
ATLÉTICO-PR: Marcinho, aos 34 minutos do primeiro tempo

ARAPONGAS: Victor; Maicon, Douglas, Raul e Edinho; Fabinho, Edmilson, Edu Amparo (Rafael), Marcos Tora (Alexandre), Fágner (Paulo Morais) e Léo Itaperuna.
Técnico: Dario Pereyra

ATLÉTICO: Rodolfo; Bruno Costa, Renan Foguinho, Gustavo e Héracles; Deivid, Renan Teixeira e Ligüera (Harrison); Bruno Furlan, Bruno Mineiro (Marcinho) e Ricardinho (Léo).
Técnico: Juan Carrasco

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.