Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Atlético-MG trabalha para ter melhor rendimento nas finalizações

Time alvinegro precisa chutar 12 vezes para fazer um gol, contra sete chutes dos ataques mais positivos

Victor Martins, iG Belo Horizonte* |

Time que mais finalizou no Campeonato Brasileiro, o Atlético-MG trabalha para ter melhor aproveitamento nas próximas rodadas. Até o momento a equipe de Dorival Júnior finalizou 120 vezes em seis partidas da competição, uma média de 20 a cada jogo. No entanto, o aproveitamento é baixo, pois a média atleticana é de um gol a cada 12 chutes. Em dois dos treinos antes do confronto com o Internacional os jogadores treinaram chute a gol.

Tenha as estatísticas no seu iPhone e faça comparações entre times e jogadores

Ataque mais positivo da competição, com 13 gols, o Flamengo precisa de oito chutes para fazer um gol, enquanto Corinthians e Inter, que já marcaram 12 vezes cada, precisam de sete finalizações. Mas o posto de maior finalizador da competição foi conquistado nas cinco primeiras rodadas, já que na partida diante do Flamengo o Atlético-MG finalizou somente dez vezes, jogo de menor produção ofensiva da equipe.

Siga o iG Atlético-MG no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

A goleada sofrida em 25 minutos e o péssimo desempenho do time foram alvo da conversa entre elenco e comissão técnica , que teve duração de mais de uma hora. Um dos assuntos em pauta foi a quantidade de oportunidades criadas e não aproveitadas, o que faz o Atlético-MG ter de se esforçar mais do que os adversários para conseguir os gols. Para o volante Toró , o time atleticano tem pecado em detalhes dentro de campo.

Entre para a Torcida Virtual do Atlético-MG e convide seus amigos

Agência Estado
Volante Dudu Cearense fez o gol do Atlético-MG na derrota para o Flamengo
“O professor cobrou da gente, a gente conversa bastante e tem batido na mesma tecla. Temos pecado bastante e as vitórias não aconteceram por conta de pequenos detalhes”, disse o volante atleticano, que ressalta a importância de se trabalhar cada vez mais na Cidade do Galo. “Trabalhando, só dessa forma a gente vai conseguir uma coisa grande no campeonato. Estou aqui trabalhando, para ajudar.

O fraco desempenho do setor ofensivo na partida contra o Flamengo pode custar a vaga de Magno Alves na equipe titular. O atacante era o jogador com maior número de finalizações depois da quarta rodada , no entanto chutou apenas quatro vezes a gol nas partidas contra Atlético-GO e Flamengo, perdendo a liderança para o colorado Leandro Damião .

Contratado depois do Campeonato Mineiro, o atacante Jonatas Obina recebeu uma atenção especial nos treinos de finalização, especialmente nas jogadas aéreas. Apesar de estar no Atlético-MG desde o começo de maio, Obina ainda não jogou pelo clube. O jogador ficou no banco de reservas algumas partidas e pode estrear nesta quinta-feira.

Leia tudo sobre: Atlético-MGBrasileirão 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG