Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Atlético-MG tenta quebrar tabu de cinco jogos contra o América-MG

Última vitória do time alvinegro no clássico foi em 2007, desde então foram quatro empates e uma derrota

Victor Martins, iG Belo Horizonte* |

Divulgação
Werley em lance de jogo entre Atlético-MG e América-MG no ano passado
O Atlético-MG dá um tempo na Copa do Brasil e volta a focar o Campeonato Mineiro. No domingo a equipe do técnico Dorival Júnior defende a liderança no clássico com o América-MG, na Arena do Jacaré. O adversário atleticano está na segunda colocação, com dez pontos, dois atrás do Atlético-MG.

Além do confronto ser entre dois times de Primeira Divisão e valer a liderança da competição, o América-MG tem mantido um tabu diante do Atlético-MG. A última vitória atleticana no clássico foi em 2007, quando o rival foi rebaixado no Estadual. Desde o retorno do América à elite do futebol mineiro, em 2009, as duas equipes se enfrentaram cinco vezes e foram quatro empates e triunfo americana.

Profissionalizado em 2009, o zagueiro Werley ainda não venceu o América-MG no profissional do Atlético-MG. Ano passado ele esteve nas quatro partidas, três pelo Mineiro e um amistoso. Por conhecer bem o rival deste domingo, Werley espera uma partida bem complicada.

“Clássico é sempre complicado, o América tem uma equipe boa, que subiu para Série a e tem grandes jogadores. O Atlético está preparado, agora é descansar e depois pensar no América”, disse o defensor.

Embora tenha um tabu de cinco partidas diante do América-MG, ano passado o Atlético-MG levou a melhor no Estadual. No confronto das quartas-de-final o time alvinegro se classificou com dois empates, por ter feito melhor campanha na primeira fase. Por isso, manter a liderança é a grande meta do Atlético-MG neste domingo.

Como não podia ser diferente, Werley mostra preocupação com o atacante Fábio Júnior, o artilheiro do Estadual com cinco gols. Além dele, o zagueiro do Atlético-MG cita dois americanos que atuaram com ele na base do clube alvinegro.

“Tenho acompanhado o América jogar. Lá tem grandes jogadores, como o Fábio Júnior. O Marcos Rocha não vai poder jogar, mas tem o Sheslon, que é um jogador de muita força. Clássico é sempre jogo duro, mas o Atlético está preparado para buscar os três pontos”

Jejum do Atlético-MG diante do América-MG:

Atlético 0 x 0 América - Primeira fase do Mineiro de 2009
América 1 x 1 Atlético - Primeira fase do Mineiro de 2010
América 3 x 3 Atlético - Quartas-de-final do Mineiro de 2010
Atlético 2 x 2 América - Quartas-de-final do Mineiro de 2010
Atlético 0 x 1 América - Amistoso em 2010

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG