Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Atlético-MG tenta quebrar seu maior tabu contra clubes da Série A

Time mineiro não vence o Internacional desde 2002, são 14 partidas sem superar a equipe do Rio Grande

Victor Martins, iG Belo Horizonte* |

Para voltar a vencer no Campeonato Brasileiro, o Atlético-MG vai ter de superar o Internacional , nesta quinta-feira, às 21h, na Arena do Jacaré. Além de ter pela frente uma equipe qualificada, que conta com jogadores como Oscar , D’Alessandro e Leandro Damião , o time mineiro precisa quebrar o seu mais longo tabu contra as equipes da Série A. A última vitória do Atlético-MG sobre o Internacional foi em 2002, pela primeira fase do Brasileirão.

Siga o iG Atlético-MG no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

Desde então muita coisa mudou, a começar pela fórmula de disputa da competição, que desde 2003 é por pontos corridos. O duelo ocorreu em sete das últimas oito edições, já que o Atlético-MG esteve na Série B em 2006. Em 14 partidas foram sete derrotas e sete empates, com 14 gols marcados e 24 sofridos. Para voltar a vencer o Internacional depois de nove anos, o Atlético-MG deve ter mais companheirismo em campo, segundo o capitão Réver .

Entre para a Torcida Virtual do Atlético-MG e convide seus amigos

Flickr/Clube Atlético Mineiro
Ano passado o Atlético-MG, então de Diego Souza, perdeu por 2 a 1 em Sete Lagoas e por 1 a 0 em Porto Alegre
“Tiveram jogos que não vencemos e tivemos atitude acima de algumas partidas que vencemos. Acho que nossa equipe deve se entregar mais, o que não pode faltar é mais companheirismo, um ajudar o outro. É o Magno Alves correr para o Guilherme e o Guilherme correr para o Magno Alves, assim como nos demais setores. É o que está faltando, essa entrega. Coisa que alguns jogos a gente teve, mas em outros perdemos essa essência. Só vamos ganhar jogo quando houver essa entrega, um ajudando o outro. Espero que a gente possa colocar em prática o quanto antes”.

Das sete derrotas para o Internacional desde 2003, três foram como mandante. A última, aliás, na Arena do Jacaré, local da partida desta quinta-feira. Para evitar um novo tropeço e reagir na competição, o meia Daniel Carvalho pede mais atitude ao time. Para ele a equipe não pode repetir jamais a postura que teve diante do Flamengo .

“A nossa atitude tem de ser em todos os sentidos, no último jogo faltou tudo. Diante do Inter tem que melhorar tecnicamente, taticamente, a dedicação tem de ser maior. Acho que podemos perder de quatro, de cinco, enfim, pode acontecer. Mas se for assim, desde que seja correndo, mostrando vontade é uma coisa, mas se omitindo como foi diante do Flamengo é complicado. Primeiro temos de mudar a atitude nesse sentido, vibrar mais, dedicar mais na marcação, para não sobrecarregar lá atrás. Todos sabem das qualidades individuais, mas coletivamente ainda não estamos fazendo um bom trabalho, precisamos melhorar essa atitude”.

Leia tudo sobre: Atlético-MGBrasileirão 2011Internacional

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG