Campeão de público do Campeonato Mineiro, Atlético-MG vai não vai ter apoio da torcida neste domingo

Os jogadores do Atlético-MG podem passar por uma situação diferente neste domingo. Precisando de apenas um empate para ser campeão estadual diante do Cruzeiro , o time alvinegro pode comemorar o título diante de um estádio somente com torcedores rivais. Com o fechamento do Mineirão, a Arena do Jacaré se tornou a casa dos principais clubes do estado. Devido ao acesso até Sete Lagoas e a capacidade do estádio, 18 mil lugares, os clássicos são disputados somente com a torcida do mandante. O que faz o campeão de público do Mineiro, com mais de 60 mil pagantes nos jogos em casa, jogar distante de seu torcedor.

Se no último clássico o Atlético-MG contou com sua torcida para vencer o Cruzeiro por 2 a 1, neste domingo é a vez da equipe cruzeirense ter apoio de seus torcedores. Portanto, se o Atlético-MG for campeão, ele vai festejar e levantar o troféu sem a presença de seus torcedores. Para o meia Renan Oliveira , a situação é diferente, nunca vivenciada por ele.

“É estranho, com nosso torcedor seria bem melhor. Mas temos de esquecer o que está fora. Temos que entrar em campo e fazer o nosso melhor, focar somente na partida”, disse o camisa 8 do Atlético-MG, que quer o time em campo com a mesma postura da primeira partida, jogando no ataque.

“Temos que entrar com a mesma postura do primeiro jogo. É 0 a 0, uma nova partida. Temos que jogar em busca do gol em todos os momentos. Se a gente procurar defender, vamos levar gols. Temos que jogar para cima, jogar para frente, ter posse de bola e ir em busca do gol naturalmente”.

Assim como Renan Oliveira, Serginho quer o Atlético-MG marcando desde a saída de bola do Cruzeiro e sempre em busca do gol, mesmo tendo a vantagem de jogar pelo empate. “A gente que ter a mesma postura do último jogo, nos últimos também. Tivemos uma marcação em cima e recuamos na hora certa. Temos que entrar em cima, saber que não tem nada ganha. É marcar lá em cima para fazermos uma boa final de campeonato”, comentou Serginho, que não acredita em problemas na Arena do Jacaré caso o Atlético-MG seja o campeão mineiro.

“Creio que não. A torcida tem que fazer a parte dela, como a nossa teve no final de semana e nos apoiou. A torcida vai entender. Se a gente conseguir o título, tem de nos respeitar. A disputa é dentro de campo, fora dele tem que deixar para lá. A torcida tem que saber diferenciar essa disputa em campo”.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.