Tamanho do texto

Assim como aconteceu com Pierre, lateral-esquerdo também tem cláusula que exige pagamento de multa

AE
Titular do Atlético-MG, Triguinho pode ficar fora do jogo contra o Coritiba, nesta quinta
Titular do Atlético-MG neste segundo turno do Campeonato Brasileiro, o lateral-esquerdo Triguinho pode ficar fora da partida contra o Coritiba , não por suspensão ou contusão, mas por questão contratual. Como o jogador está emprestado pelo Coritiba, o clube mineiro tem de pagar uma multa caso queira contar com o seu camisa 14. No entanto, nem Atlético-MG e nem Coritiba revelam os valores.

Veja também: Atlético-MG mantém distância para o Z-4. Veja a classificação atualizada

Como ocorreu no caso de Pierre , a tendência é que o valor seja pago pelo Atlético-MG e que Triguinho esteja em campo nesta quinta-feira. Para usar Pierre contra o Palmeiras , o Atlético-MG pagou R$ 200 mil ao clube paulista. É terceira vez nesse Brasileiro que o Atlético-MG está envolvido nesse tipo de situação. O primeiro caso foi do atacante Jóbson , que rendeu R$ 300 mil aos cofres atleticanos por ter sido escalado pelo Bahia no confronto pela quarta rodada.

Leia também: Atlético-MG pode ter possibilidade de queda menor que 1%

Triguinho tem contrato com o Coritiba até dezembro e não deve renovar com o clube paranaense. O volante já revelou ao iG que sua vontade é permanecer em Belo Horizonte , mas nega que já esteja negociando uma renovação de contrato. No Atlético-MG desde agosto, Triguinho disputou 13 partidas, com seis vitórias e quatro derrotas. O lateral ainda não fez gols pelo clube mineiro.