Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Atlético-MG sofreu mais gols que em 2010

Desempenho da defesa atleticana em 2011 é inferior ao ano passado, quando lutou contra o rebaixamento

Victor Martins, iG Belo Horizonte* |

A defesa do Atlético-MG tem sido a grande preocupação do técnico Dorival Júnior no começo de temporada. Não é por menos, afinal a equipe levou gols em todas as partidas que disputou. Com 15 gols sofridos em nove jogos disputados, o sistema defensivo está com uma média pior do que tinha no ano passado, quando lutava contra o rebaixamento.

A média da defesa atleticana em 2011 é de 1,66 por partida. Durante a passagem de Vanderlei Luxemburgo pela Cidade do Galo, foi o setor defensivo o grande alvo de críticas. Na temporada inteira, o Atlético-MG teve uma média de 1,38 por jogo. A chegada de Dorival Júnior melhorou um pouco o sistema defensivo.

Nos 17 jogos comandados por Dorival Júnior em 2010, o Atlético-MG sofreu 22 gols, uma média de 1,29 por partida. A entrada de Renan Ribeiro na equipe titular é o principal motivo para o crescimento do desempenho defensivo atleticano. Mas a defesa formada em 2010 segue praticamente a mesma, com exceção de Rafael Cruz.

O lateral direito disputou apenas os 45 minutos iniciais da estreia do Atlético-MG no Estadual. Depois ficou no departamento médico por conta de um estiramento na coxa direita. Recuperado, ele pode voltar ao time neste domingo, contra o Villa Nova-MG. Já Renan Ribeiro, Réver, Werley e Leandro estiveram no ano passado e continuam titulares em 2011.

Caso Rafael Cruz tenha o retorno ao time confirmado pelo técnico Dorival Júnior, o Atlético-MG vai ter em campo a defesa com melhor desempenho nos últimos meses. Desde a chegada de Dorival Júnior, o Atlético-MG só não sofreu gols em quatro partidas, num total de 27.

O ataque

No entanto, o aumento de gols sofridos não tem sido em vão. Se a defesa tem números um pouco pior do que tinha no ano passado, o ataque vive situação contrária. Em 2010, com Dorival Júnior, foram 17 partidas e 26 gols marcados, o que deu uma média de 1,52.

Já em 2011, o ataque do Atlético-MG tem sido o mais eficientes do futebol brasileiro, com média superior a três gols por partida. Dos nove jogos disputados até o momento, o Atlético-MG já marcou 29 gols, o que faz o time ter uma média de 3,2 gols marcados por partida.

Leia tudo sobre: Atlético-MG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG