Tamanho do texto

Adversário alvinegro nas oitavas, Goiás é o time que mais vezes eliminou o Atlético-MG na competição

Pela primeira vez nas oitavas-de-final sem precisar do jogos de volta na fase anteriores , o Atlético-MG vai ter de quebrar mais um tabu para continuar vivo na Copa do Brasil. O próximo adversário alvinegro na competição é o Goiás , que nessa quarta-feira venceu o América-MG por 4 a 3 . O duelo ante a equipe esmeraldina não é novidade para os mineiros e, infelizmente para os atleticanos, de péssimas lembranças.

Veja também: Confira todos os confrontos da segunda fase da Copa do Brasil

Nas três vezes que os dois clube se cruzaram na Copa do Brasil, em 1989, 1990 e 2001, o Goiás levou a melhor em todas e avançou de fase. Em seis confrontos pela competição, o Atlético-MG conseguiu apenas uma vitória. São mais três derrotas e dois empates. Feliz com o rendimento da equipe , o técnico Cuca já prevê um duelo complicado.

Leia também: Com golaço de André, Atlético-MG goleia Penarol e se classifica

“Conheço bem o Goiás. É um time encardido, tem tradição”, disse o treinador que ganhou projeção ao evitar o rebaixamento do Goiás em 2003, quando a equipe esmeraldina foi a lanterna no primeiro turno e com Cuca fez a segunda melhor campanha do segundo turno. Daquele time, o atual elenco goiano conta apenas com o goleiro Harlei .

Leia também: Goiás vence o América-MG e avança para encarar o Atlético-MG

E o histórico de tropeços do Atlético-MG contra o Goiás vai além das fronteiras brasileiras. Além das três eliminações na Copa do Brasil, o time alvinegro também caiu diante do Goiás nos dois encontros que tiveram na Copa Sul-Americana, em 2004 e 2009. Nesses confrontos foram três empates e uma vitória goiana. Na temporada 2009 o Goiás precisou dos pênaltis para vencer o Atlético-MG, que disputava o título do Brasileiro e usou uma equipe reserva na competição continental.

Apesar do desempenho pífio nas competições eliminatórias quando encontra o Goiás, no retrospecto geral do confronto a vantagem é do Atlético-MG. Em 48 confrontos os mineiros venceram 20 vezes contra 14 dos rivais, com 71 gols marcados e 66 sofridos. O último encontro foi em 2010 , na penúltima rodada do Brasileirão e Atlético-MG venceu por 3 a 1.

Sucesso contra o Vila Nova

Se contra o Goiás o Atlético-MG tem péssimas lembranças dos confrontos em mata-mata, contra o Vila Nova-GO a história é bem diferente. Contra a equipe rival do Goiás os mineiros se classificaram nos três encontros que tiveram na Copa do Brasil, em 1990, 1994 e 1996. Foram cinco vitórias e um empate, com 16 gols marcados e apenas quatro sofridos.