Ao time atleticano basta empatar para ser campeão, mas promessa é por equipe em busca de outra vitória

No jogo deste domingo o Atlético-MG tem a vantagem de jogar pelo empate para ser campeão mineiro . No entanto se engana quem pensa que o time alvinegro vai esperar o Cruzeiro em seu campo de defesa e apenas contra-atacar. O discurso na Cidade do Galo é de buscar a vitória, não importa a vantagem conquistar no primeiro jogo.

O técnico Dorival Júnior já conversou com os jogadores e não quer ver o time sendo pressionado pelo Cruzeiro, que deve partir para o ataque, já que só vai ser campeão se conseguir vencer o clássico. O Atlético-MG, por sua vez, também vai atacar.

“O que eu pedi aos jogadores é que entremos muito mais concentrados do que na primeira partida, mais preparados e, acima de tudo, sendo agressivos para que joguemos, não fiquemos só como sparring. É tudo o que eu desejo”, disse Dorival Júnior.

Para não levar sufoco na defesa, o Atlético-MG conta com seus atacantes. Mancini sabe da importância que tem, junto de Magno Alves, em segurar a bola no ataque e não deixar a defesa ser pressionada o tempo inteiro. Além disso, Mancini que evitar que a bola chegue muito ao ataque do Cruzeiro, já que o rival vai ter Thiago Ribeiro e Wallyson, a dupla que deu certo na Copa Libertadores.

“Se você se defender, chama o adversário para cima. A melhor defesa é o ataque. Sendo bem agressivo você faz com que a equipe do Cruzeiro não ataque tanto, ainda mais com dois jogadores de frente como o Thiago (Ribeiro) e o Wallyson. Mas vai ser um jogo totalmente diferente do que foi o primeiro, vai ser mais quente. Acho que é o momento de ter a cabeça no lugar, ter paciência, jogar um futebol com inteligência para não ser surpreendido.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.